16 de dezembro de 2018 - domingo

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Ser Do Bem
Hábitos
05/08/2018 | 09h20
Veja três dicas no Dia Nacional da Saúde para uma vida melhor
Os problemas mais comuns são hipertensão, diabetes, infartos e acidentes vasculares cerebrais, segundo a Organização Mundial da Saúde

A diretora médica do CIES, Mary Simono. (Foto: Divulgação)

Da Redação 

Neste domingo (5) comemora o Dia Nacional da Saúde. Pensando nesta data, a médica Mary Simono explica como alguns hábitos podem evitar doenças responsáveis pela perda da qualidade de vida e alto volume de mortes em todo o mundo. Os problemas mais comuns são hipertensão, diabetes, infartos e acidentes vasculares cerebrais, segundo a Organização Mundial da Saúde.

“Dois grandes desafios no que se refere à Saúde Pública são o acesso e orientação. No caso do acesso, sabemos que nem todas as pessoas conseguem arcar com os custos que uma vida mais saudável pode exigir. O segundo problema diz respeito à falta de informações que as pessoas têm sobre a importância de manter os hábitos que previnem as doenças”, explica Dra. Mary.

Veja abaixo as três dicas que a médica separou para o Dia Nacional da Saúde:

Dica 1: Ter uma alimentação saudável

Somos o que comemos. Manter uma alimentação saudável pode ser mais acessível que imaginamos, temos opções simples e gostosas, como ovos, frangos e verduras, por exemplo. Priorizando proteínas com pouca gordura e carboidratos complexos como batata ao invés de farinha branca.

Dica 2: Praticar atividade física

Mesmo quem não gosta ou não pode pagar uma academia deve manter a prática de exercícios. E isso está ao alcance de todos. Pode ser uma corrida no parque ou caminhada pelas ruas do bairro. Atividade física é essencial, uma caminhada de 40 minutos já garante uma saúde física e mental mínima. Começar com 20 minutos três vezes por semana é melhor do que ficar parado. 

Dica 3: Ir ao médico mesmo sem estar doente

Um grande erro é procurar o médico quando já está com sintomas. É importante manter uma agenda periódica de consultas, seja via plano de saúde, para quem possui, ou pelo atendimento público iniciado nas Unidade Básicas de Saúde. Quanto antes soubermos de um problema no organismo, mais fácil para reverter ou controlar.

Fazer um check-up, eventualmente, é o início para termos uma visão geral de onde precisamos melhorar para termos qualidade de vida futura.

Atentando-se a essas três dicas, reduzimos as chances de doenças comuns e que reduzem a nossa qualidade de vida.

 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)