22 de maio de 2019 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
governo
22-04-2019 | 11h20
Nova política de vistorias do Detran reduz ainda mais custos ao cidadão
Governador Ronaldo Caiado anunciou o fim da cobrança de taxa de R$ 175,76 de quatro procedimentos diferentes

Facilitar e melhorar a vida do cidadão goiano são compromissos do governo de Goiás que geram resultados diários. Nesta semana, por exemplo, o governador Ronaldo Caiado anunciou o fim da obrigatoriedade de vistoria veicular para quatro situações.

A partir da próxima quinta-feira (25), o cidadão não precisará mais pagar uma taxa de R$ 175,76 para cada uma das solicitações, sendo elas: emissão de 2ª via de Certificado de Registro de Veículo (CRV) e/ou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV); perda ou danificação da placa traseira, tarjeta e/ou lacre do veículo; adoção da segunda placa traseira; e registro inicial de reboque e semirreboque, com a tara de até mil quilos. 

“Qualquer coisa era motivo para tomar R$ 175 de cada cidadão. Isso é correto? Isso é um crime. Vistoria para esses casos é sugar o cidadão, que já não aguentava mais pagar imposto no Estado de Goiás”, afirmou o governador, em entrevista ao programa Roda de Entrevista na terça-feira (16/03).

Os quatro tipo de serviços poderão solicitados na sede do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), por meio das Ciretrans espalhadas pelo interior do Estado ou em qualquer uma das unidades do Vapt Vupt. 

Só em 2018 foram solicitados 50 mil procedimentos dos quatro tipos junto ao Dentran, valor que será diminuído dos custos dos goianos a partir deste mês.

Outras medidas

Também em abril entrou em vigor a portaria que altera os registros de contratos de leasing e alienação fiduciária de veículos junto ao Detran-GO. Com isso, o serviço agora é feito pelas financeiras no portal de serviços da autarquia, onde também são armazenados os dados.

Com a mudança, o cidadão deixou de pagar uma taxa de R$ 182,35 à empresa terceirizada. O que, ano passado, diante dos 175 mil contratos registrados resultaram em pagamento de R$ 32 milhões. Agora, o cidadão paga apenas o valor que já era devido ao Detran, de R$ 193,06.

Ao todo, as medidas anunciadas pelo governador Ronaldo Caiado resultam em uma economia de R$ 41 milhões para a população goiana. 

(62) 3095-8700