22 de setembro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Cerimônia
14/09/2018 | 06h00
“José Eliton é comprometido com a cultura”, diz Flávio Peixoto
Secretário de Educação representou o governador no ato de lançamento do edital da Lei Goyazes para 2019, no valor de R$ 10 milhões

Venceslau Pimentel*

O secretário de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), Flávio Peixoto, disse ontem que o governador José Eliton (PSDB) é comprometido com a cultura do Estado. Flávio representou Eliton na solenidade de lançamento do novo edital da Lei Goyazes, no Palácio das Esmeraldas.

Para 2019, o governador vai dispor R$ 10 milhões ao Programa Estadual de Incentivo à Cultura. A partir de agora os interessados em se inscrever vão contar com uma plataforma digital, criada especificamente para o programa. O objetivo, de acordo com a chefe do Núcleo de Incentivo à Cultura da Lei, Vera Quixabeira, é dar celeridade ao processo e oferecer um atendimento personalizado, já que antes era presencial. 

Em discurso, Peixoto se comprometeu a levar a Eliton as demandas apresentadas por representantes do setor. “O governador é uma pessoa muito envolvida com a cultura e tem demostrado isso”, disse. “Esse é o nosso pensamento diuturno com o setor. É o nosso compromisso, o nosso trabalho”.

O titular da pasta da Educação afirmou aos representantes do segmento, entre artistas e produtores culturais que lotaram sala Dona Gercina Borges, que, mesmo sendo economista de profissão, a arte sempre esteve presente na sua vida, seja pela literatura, música ou artes plásticas. “Isso norteou o meu aprender e acaba norteando também a minha ação. Por isso estou feliz hoje, pela maioridade alcançada por esta lei, o que mostra a consolidação da Lei Goyazes”, discursou.

A cultura tem sido um dos temas discutidos pelos candidatos a governador durante debates promovidos pelos meios de comunicação. No último deles, na Rádio Sagres 730, na quarta-feira (12), o senador Ronaldo Caiado (DEM) prometeu recriar a Secretaria de Cultura e permitir “a implantação efetiva da Lei Goyazes”.

Flávio Peixoto não citou o episódio, mas foi enfático ao defender o Programa de Incentivo à Cultura. “Ninguém vai acabar com a Lei Goyazes. Ela veio, ela é permanente e importante para a cultura”.

A superintendente executiva da Seduce, Geovana Carneiro, ao fazer uso da palavra, disse que a árvore não cresce sem raiz. “Sem a cultura a árvore não floresce", pontuou, sustentado que a Lei Goyazes tem projetado Goiás no país e também no exterior.

Diretora-geral do Programa Supra Sumo, Mazé Alves disse que é impossível pensar na execução de um projeto cultural no Estado sem o aporte financeiro da Lei Goyazes. “Eu sou grata ao governo de Goiás por ter me dado essa segurança", disse.

Números da Seduce mostram que Goiás está entre os cinco estados brasileiros que mais investem em cultura no País. Em 2017 o setor foi contemplado com R$ 62,4 milhões, destinados a fundos, leis de incentivo, programas, festivais e formação artística, tendo como principais mecanismos de fomento o Fundo de Arte e Cultura (FAC) e o Programa de Incentivo à Cultura.

Inscrição

A abertura do edital será no dia 27 deste mês, por 30 dias consecutivos, para pessoa física ou pessoa jurídica, que precisam comprovar, no mínimo, dois anos na área de dança, música, teatro ou cinema, tendo como foco fomentar a cultura.

Das ações culturais financiadas pelo governo estão o Festival de Cinema de Vídeo Ambiental (FICA), Circuito Cultural Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira (Praça Cívica), Cine Cultura, Teatro Goiânia, Canto da Primavera e TeNpo, Martim Cererê, Cine Teatro São Joaquim, Instituto de Educação em Artes Gustav Ritter, Vila Cultural, Museu Zoroastro Artiaga, da Museu da Imagem e do Som, de Arte Contemporânea (MAC), Biblioteca Braille José Álvares de Azevedo e Centro Cultural Oscar Niemeyer. (*Especial para O Hoje)

“Quero construir e não destruir”, afirma Eliton 

“Goiás é campeão em Educação, é o segundo maior gerador de empregos do Brasil, é um estado que acolhe migrantes de todas as partes do País, que vêm para cá e não querem mais sair”. Foram com essas palavras, enaltecendo e reconhecendo os avanços realizados em Goiás nos últimos anos, que o governador e candidato à Zé Eliton (PSDB), iniciou a entrevista para a TV Serra Dourada, realizada na tarde de ontem.

Ao justificar o motivo de querer governar Goiás por mais quatro anos, Zé Eliton afirmou que é imprescindível que Goiás continue a ofertar oportunidade às pessoas e que seu foco é construir e não destruir.

“Goiás hoje é um ótimo Estado para se viver, mas também tem muitos desafios e demandas a serem cumpridas. E, justamente por isso, pela oportunidade que tive de governar e conhecer o potencial desse Estado, é que quero continuar governando para garantir a consolidação das conquistas e a continuação das políticas públicas, que melhoram a vida das pessoas”, falou.

Ao ser questionado sobre seu desempenho nas últimas pesquisas, o governador disse que há um festival de pesquisas, todas elas com números muito distintos, um dos outros. “Então, fica difícil saber qual pesquisa retrata de forma fiel a realidade, eu prefiro continuar firme e convicto do meu trabalho”, observou, ao enfatizar que a pesquisa que ele quer mesmo vencer é a do dia 7 de outubro.

Para a Segurança Pública, Zé Eliton afirmou que está ainda mais otimista depois da divulgação, ontem, dos resultados da área no comparativo desse período de 2018, com o mesmo período de 2017. “Dos 12 itens observados pela Segurança Pública, apresentamos redução em 11. Por exemplo, roubo a comércio caiu mais de 30%, furtos e roubos de veículos caiu mais de 50%”, disse.

Graças à criação do Batalhão de Terminal, Zé Eliton afirmou que foram reduzidas em 79% as ocorrências dos terminais do Eixo Anhanguera e 53% em todas as plataformas de embarque e desembarque de Goiânia e Região Metropolitana. “Acredito que estamos num processo de avanço na Segurança Pública e, se eleito, vou continuar investindo em Inteligência, estamos criando uma Força de Segurança Unificada, que atuará ligada diretamente ao gabinete do secretário de Segurança Pública”, explicou.

Ainda sobre Segurança Pública, disse ainda que conseguiu reduzir os índices de violência e aumentar a sensação de segurança na sociedade. “Em 2016, uma pesquisa afirmou que, para 79% da sociedade, a maior preocupação era com Segurança Pública. Atualmente, depois que assumi a secretaria e depois, o governo, o porcentual está entre 26% e 37%”, completou o governador.

Prefeitos fazem movimento de apoio à base governista 

Rafael Oliveira*

O mês que antecede as eleições tem sido de muito trabalho aos prefeitos que apoiam a reeleição do governador Zé Eliton, candidato à reeleição, ex-governador Marconi Perillo, candidato ao Senado Federal, e senadora Lúcia Vânia, candidata à reeleição. Com sentimento de gratidão pelo desenvolvimento proporcionado a seus municípios nas gestões de Marconi e Zé Eliton, prefeitos de diferentes regiões de Goiás e de partidos da base e de oposição têm reunido lideranças políticas e a população para unificar o discurso e conscientizar a todos de que Goiás não pode retroceder nas mãos de adversários que nunca ajudaram os municípios goianos.

“Eles são o melhor para o estado de Goiás, e principalmente para a Região do Entorno do Distrito Federal. Nós sabemos da importância desse trio para o estado de Goiás, e sabemos o que eles já fizeram e que podem fazer mais. O que os outros candidatos trouxeram para o Entorno de Brasília? Eu não conheço nada que tenha vindo deles. Nós estamos aqui empenhados, trabalhando 24 horas pela vitória da nossa chapa”, afirmou a prefeita de Novo Gama, Sônia Chaves (PSDB).

Também da Região do Entorno do DF, o prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin (PSD), destacou que seu compromisso tem sido trabalhar em favor da eleição de Zé Eliton, Marconi e Lúcia Vânia. “Zé Eliton é municipalista, companheiro, pessoa que sabe ouvir e é firme em suas decisões. Tem nos ajudado muito na área da saúde com recursos para a construção do nosso hospital, que dobra a quantidade de leitos. O Goiás na Frente, que nos deu recursos para asfalto. Marconi, Lúcia Vânia e Zé Eliton são os nomes que nos darão a continuidade do desenvolvimento do nosso Estado”, afirmou. 

Prefeita de Diorama, Valéria, que é do PT, afirmou que não se importa se Zé Eliton e Marconi são de outro partido. “O que importa é que estamos todos empenhados nessa campanha porque eles são os melhores. Não podemos deixar de enxergar tantos benefícios e obras que chegaram aos nossos municípios. Precisamos ser gratos”, reconheceu. 

Prefeito de Valparaíso de Goiás, Pábio Mossoró (PSDB) afirmou que o trio tem trabalhado muito pela região, e que as pessoas sabem reconhecer esse trabalho. “Na área da saúde, com a implantação da cirurgia de catarata; na área da educação, com as escolas Padrão Século XXI; na área de infraestrutura com a pavimentação asfáltica. Vamos dar continuidade a esse governo que tem dado tão certo”, declarou.

O prefeito de Abadiânia, Zé Diniz (PSD), ressaltou que não conhece quais benefícios os outros candidatos levaram para os municípios goianos, ou de que forma já ajudaram os prefeitos suas populações. “Apoio o governador José Eliton, o senador Marconi e senadora Lúcia Vânia. São os melhores para o nosso Estado. São pessoas qualificadas, que já fizeram muito pelo nosso estado, e sabemos que vão continuar fazendo. Nossos adversários, nós não sabemos o que eles fizeram por ninguém. Então, não tem como saber o que vão fazer”, frisou.

“Para que nossa cidade possa cada dia mais crescer e se desenvolver, bem como Goiás como um todo, eu estou com Marconi, Zé Eliton e Lúcia Vânia”, afirmou o prefeito de Córrego do Ouro, Murilo Cesar, que é do PP. “Esse trio é um trio pé quente. E nós do interior de Goiás não podemos deixar o Estado parar. Goiás precisa avançar mais. É o desejo da minha comunidade, da minha região e do povo de Goiás”, endossou o prefeito de Iporá, Naçoitan Leite (PSDB). 

Prefeito de Alexânia, Alysson Silva (PPS) também afirmou que o trio é o mais preparado para continuar ajudando Goiás a se desenvolver. “E Zé Eliton, sem dúvidas, é o mais preparado para dar sequência ao legado de obras”. (*Especial para O Hoje)

 

 

 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)