15 de novembro de 2018 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Projeto
10/07/2018 | 06h00
Jovens reivindicam oportunidades no "Jovem é o Futuro" a Iris
Grupo de jovens foi até o Paço Municipal pedir ao prefeito que sancione Lei que possibilita poder municipal contratar iniciantes

Lucas de Godoi* 


Jovens assistidos pela Fundação Pró Cerrado (FPC) foram recebidos nesta segunda-feira pelo Prefeito Iris Rezende no Paço Municipal. Cerca de 300 pessoas foram até o administrador pedir que sancione projeto de Lei que institui o programa de aprendizagem “Jovem é o Futuro” na Prefeitura de Goiânia. Na prática a lei visa garantir que a prefeitura contrate jovens aprendizes para atuarem na administração pública do município.

Segundo a coordenadora pedagógica da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi), Suzane Aryel, um dos grandes objetivos é fazer com que jovens sejam retirados das ruas. E para isso, oportunidade de se desenvolver é primordial.

Ela também contou que o prefeito foi sensível às reivindicações dos jovens. “Ele fez questão de atender todo mundo ao invés de dialogar com representantes. Ele explicou que o município está com algumas dificuldades financeiras e que ainda não leu o projeto de lei, mas sinalizou o desejo de aprovar a matéria, mesmo que parcialmente”. 

Para os presentes, Iris destacou sua disposição em aprovar o projeto, mesmo que tenha que vetar parcialmente a matéria. “Vou dizer a vocês. Só não sancionarei se for absolutamente impossível (...), de forma que verei o projeto, se precisar de veto parcial, mas não devo vetar na totalidade” argumentou. 

“Tenho profundo respeito pelos jovens de Goiânia, tenho certeza de que são os grandes agentes da transformação necessária em nossa sociedade. Entendo a importância do primeiro emprego, sempre trabalhei desde muito cedo e conheço as consequências da inexistência dele. Meu compromisso é de poder proporcionar ao cidadão mais qualidade de vida e com investimentos em diversas áreas, por isso vou analisar com muito cuidado e carinho o pedido de vocês", escreveu o prefeito nas redes sociais.

Para o autor da proposta, vereador Emilson Pereira, a medida vai contribuir para que os adolescentes permaneçam em sala de aula. Outro ponto de destaque é que o programa priorize adolescentes que cumprem medida socioeducativa. “Priorizando os meninos de medida socioeducativa, nós acreditamos que possamos ganhar essa luta contra o tráfico. Pra se ter uma ideia, mais de 56 mil adolescentes entre 14 e 17 anos em Goiânia estão fora da sala de aula, atitude que vai os manter em sub-empregos caso não retornem para a escola”, argumenta.  

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)