22 de setembro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Balanço
09/06/2018 | 06h00
Zé Eliton destaca ações de dois meses após assumir governo
Governador prestou contas dos primeiros 60 dias e avaliou como positivo o trabalho desenvolvido pela administração estadual

O governador José Eliton (PSDB) completou hoje 60 dias à frente da administração estadual e fez um balanço das ações desenvolvidas nesse período. Segundo o governador, o governo tem entre as premissas centrais realizar obras estratégicas para o desenvolvimento econômico e humano em todas as regiões. "Realizamos obras de referência por todo o Estado, com foco no cidadão", afirmou ontem em entrevista coletiva no Palácio das Esmeraldas.

Entre as obras estratégicas para o desenvolvimento econômico e humano, ele citou a construção do Hospital Regional de Uruaçu. "O Hospital Regional de Uruaçu será referência não apenas para o Norte de Goiás, mas também para o Estado do Tocantins, que é atendido pela região. Nós já estamos fazendo o chamamento da Organização Social (OS) para operar a unidade", disse. "Estamos, com muita responsabilidade, trabalhando uma obra que é gigantesca em todos os seus aspectos. Quem conhecer a unidade hospitalar de Uruaçu vai ver a dimensão desta obra”, disse José Eliton.

O governador prestou contas do andamento das ações, obras e programas nas diferentes regiões. Ao abordar as parcerias firmadas com a prefeitura de Ipameri e as obras diretas do governo do Estado no município, José Eliton elencou a pavimentação urbana, criação do Vapt Vupt, unidade do Corpo de Bombeiros, novo aeroporto e o Parque Ecológico Dr. Rubens Cosac. “Temos um conjunto de ações extraordinárias feitas na cidade de Ipameri que impactam em toda região", disse ao citar a rodovia até Goiânia, que foi totalmente reconstruída e está em perfeitas condições de trafegabilidade. Salientou que outras intervenções serão tratadas com a prefeita Daniele a quem caberá dar os encaminhamentos necessários.

O tucano falou também do conjunto de ações e investimentos que foram realizados através do Programa Goiás na Frente em Uruçu. “O prefeito Valmir Pedro esta recapeando ruas com recursos do Goiás na Frente. Nós fizemos recentemente a ciclovia na cidade, entregamos um conjunto grande de casas para a comunidade Calunga, dentro de um esforço gigantesco de desenvolvermos o norte do estado. Alguns teimam em torcer contra agorar, mas estes vão continuar a cair da mula. Até o período permitido pela legislação eleitoral eu estarei inaugurando obras’, concluiu.

Indagado sobre o impacto na economia goiana com a greve dos caminhoneiros, José Eliton reafirmou que respeita o movimento e todas as suas manifestações. Disse que o impacto ocorreu não só em Goiás como em todo o Brasil. Garantiu, porém, que a pronta ação do governo, impediu que alguns setores sofressem prejuízos ainda maiores.  “Quero dizer que eu respeito todas as manifestações. Acho que o início do movimento dos caminhoneiros foi justo, de reivindicações plausíveis, onde uma categoria externava sua opinião mas, com passar do tempo, ficou demonstrado que aquilo não era mais um movimento classista e reivindicatório e sim um movimento de cunho político evidente", reiterou. 


Governo parcela ICMS para contribuinte do Simples 

Para facilitar a vida do contribuinte do Simples Nacional, que deve pagar à Secretaria da Fazenda neste mês a diferença de ICMS (Difal) relativa a aquisições de mercadorias fora do Estado, o governador José Eliton assinou decreto permitindo o parcelamento da diferença em três parcelas. A excepcionalidade foi concedida por causa da greve dos caminhoneiros que afetou as vendas dos micros e pequenos empresários no Estado.

“Sensível à situação atípica pela qual passaram os contribuintes do Simples, o governo considera conveniente atender à solicitação do segmento e adotar o alongamento do prazo para pagamento do Difal referente ao período de apuração de abril a junho“, afirma o governador, ao acatar minuta do decreto preparada pela Sefaz.

O decreto que altera o prazo será publicado em breve no Diário Oficial do Estado (DOE) com a tabela do período de apuração do Difal e as divisões da primeira, segunda e terceira parcelas, mensais e consecutivas, que não são iguais. Na segunda-feira (11), o contribuinte deverá pagar o valor correspondente a 25% do Difal apurado em abril. As demais parcelas desse período devem ser pagas nos dias 10 e 29 de julho, nos percentuais de 25% e 50%, respectivamente.

A divisão foi feita de tal forma que, no curto prazo, “o contribuinte vai pagar percentuais menor do imposto devido, sendo que o total do Difal, correspondente aos três períodos de apuração, deverá ser quitado até 28 de setembro”, explica o secretário da Fazenda, Manoel Xavier Ferreira Filho. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)