19 de setembro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Mundo
Na Tailândia
06/07/2018 | 17h35
Adolescentes presos em caverna não têm condições de mergulhar
A morte de um mergulhador quando realizava uma missão de abastecimento anunciada na manhã desta sexta-feira representou um duro golpe para a operação

Adolescentes presos em caverna na Tailândia

Os 12 adolescentes e um adulto presos em uma caverna do norte da Tailândia ainda não estão em condições de mergulhar em uma arriscada operação de resgate que já custou a vida de uma pessoa, disse nesta sexta-feira (6) o governador de Chiang Rai, Narongask Ossottanakorn.

"Os meninos estão aprendendo a mergulhar. Vamos assumir o menor risco possível, mas não podemos esperar até que as fortes chuvas comecem e piorem a situação. O resgate não será nesta noite", afirmou Narongask, citando as precipitações previstas na região.

A morte de um mergulhador quando realizava uma missão de abastecimento anunciada na manhã desta sexta-feira representou um duro golpe para a operação. O acidente também mostrou o quão difícil será o resgate devido às condições da caverna onde estão os jovens.

A vítima, um ex-membro do corpo de elite da Marinha, de 38 anos, morreu na noite de quinta-feira (5) ao ficar sem oxigênio no mergulho. Antes, ele conseguiu levar suprimentos para a caverna.

"A morte deste especialista mergulhador serve para mostrar a dificuldade dos trabalhos de resgate. Apesar da morte, não vamos parar de trabalhar para tirá-los de lá", disse o vice-governador da província, Paskorn Boonyaluck.

Em cada viagem à caverna, os mergulhadores têm que atravessar quase 2 quilômetros de passagens com visibilidade nula e fortes correntes de água, um caminho que leva 11 horas de ida e volta.

As preocupações com a proximidade de um temporal se soma, além disso, à queda da quantidade de oxigênio dentro da caverna.

O comandante dos mergulhadores, Apakorn Yookongkaew, disse à imprensa que planeja instalar um encanamento para fornecer ar aos 12 jovens e ao adulto que estão presos na caverna.

As autoridades cogitam duas opções para retirar os jovens: através das passagens inundadas ou encontrar um espaço na montanha para retirá-los de lá com a ajuda de um helicóptero.

No entanto, as autoridades não querem anunciar uma data para a operação, afirmando que avançarão de maneira gradual. Primeiro, as crianças com condições em melhores condições físicas e psicológicas.

O grupo de 12 crianças e adolescentes, que têm de 11 a 16 anos, e um adulto de 26, foi encontrado na segunda-feira (2), em uma "ilha seca" a 4 quilômetros dentro da caverna e após nove dias de intensa busca na qual participaram mais de 1.300 pessoas.

Visivelmente magros, mas em bom estado de ânimo e de saúde, os gartos estão sendo atendidos na caverna por militares, entre eles um médico e um psicólogo.

Os 13 entraram nas galerias da montanha após um treino de futebol quando uma súbita tempestade começou a inundar a cavidade, bloqueando a saída.  

(Agência Brasil)

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)