22 de março de 2019 - sexta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Mulheres
modalidade
05-03-2019 | 17h30
Crossfit é um esporte para todos
A prática é uma mistura de exercícios aeróbicos, ginásticas e de força

Da Redação

Crossfit é um esporte para todos. Pode ser praticado por pessoas baixas, altas, magras, gordas, com deficiência, jovens e idosas. Quem faz essa armação é a atleta de alto desempenho Fernanda Surian, que soma mais de quatro anos de competições. “Digo que parece contraditório porque a maioria das imagens que vemos do Crossfit , geralmente, mostra competidores e eventos mundiais, com aqueles atletas extremamente fortes que parecem muito fora da nossa realidade”, conta Fernanda.

“Eu fazia musculação em uma academia e estava insatisfeita. Queria ganhar massa magra e sempre acontecia o mesmo: meu corpo parecia ‘acordar’ com um treino novo, mas a empolgação durava apenas duas ou três semanas. A sensação que eu tinha é que o meu corpo já estava acostumado aos exercícios novos e nada mais acontecia. Foi o meu treinador, na época, que começou a incorporar alguns exercícios leves de Crossfit  e que depois me convidou para conhecer o box em que ele treinava”, relata a competidora.

Ela lembra, porém, que não foi paixão à primeira vista. “No começo achei tudo estranho: treinar em grupo, em um galpão, com poucos elementos. Tudo muito esquisito. Mas a forma como as pessoas que já estavam ali há algum tempo faziam os exercícios me chamou atenção desde o começo. Aí eu comecei a pensar que, tendo uma boa orientação, também conseguiria executar bem e passei a gostar.”

Conceito

O Crossfit  nasceu a partir de uma mistura de exercícios (aeróbicos, ginásticos e de força) com o objetivo de treinar as pessoas para o que elas já fazem todos os dias. Pense em todos os movimentos que você faz, com menor ou maior grau de dificuldade, diariamente. Colocar algo em uma estante, erguer um móvel para limpar ou trocá-lo de lugar, carregar as compras do supermercado. Para a especialista, “se você precisa de ajuda para tudo isso, depois do Crossfit , essas ações se tornarão mais fáceis e naturais”.

A modalidade, que utiliza elementos como caixas, bolas, cordas e halteres, nasceu no ano 2000 e foi ganhando maior popularidade no Brasil no decorrer da década. Atualmente, existem mais de mil boxes (como se chamam as academias de Crossfit ) no país.

Experiência

Para Fernanda Surian, que também é formada em nutrição, o Crossfit  pode realmente ser praticado por todos e dá empoderamento no dia a dia, mas é necessário ter certos cuidados para não causar lesões. “Avalie vários lugares de treino, veja o que oferecem, conheça treinadores homologados e qualificados e escolha o local e a pessoa que vai te treinar, de acordo com suas metas pessoais.”

Apesar de ser um esporte praticado em grupo, o Crossfit  pode e deve ser adaptado para cada indivíduo. “Para isso, é preciso ter um coach com quem você se identifique e que ajude a definir os objetivos”, analisa.

“O Crossfit  é viciante porque tem essa coisa de ter sempre alguém te apoiando, animando, você sente que está vencendo obstáculos, ganhando equilíbrio, força, agilidade, resistência cardiovascular. Anal, a gente sempre tem algo a melhorar”, finaliza a atleta.

 
(62) 3095-8700