19 de novembro de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Essência
Picadeiro
11/10/2018 | 06h00
A história de um casal expressa em um espetáculo circense
‘Tango Goiano’ faz analogia aos sentimentos humanos por meio de acrobacias e danças. Espetáculo é no sábado (13) em Goiânia

GABRIELLA STARNECK

ESPECIAL PARA O HOJE 

A história de um casal contada por meio de um espetáculo circense que mistura tango argentino com catira, congada e acrobacias aéreas e de solo: essa é a proposta do espetáculo Tango Goiano, que será apresentado neste sábado (13) no Teatro Goiânia Ouro.  Os bailarinos Zyza Gleybe e Rodrigo Rodrigues sobem ao palco para interpretar um enredo que faz analogia aos sentimentos humanos. 

“É um espetáculo cheio de emoção, sensualidade e humor. O enredo traz a história de um casal que até encontrar uma sincronia, o amor ‘ardente’, passa por conflitos que estão presentes em quase todas as relações. Tango Goiano traz os ‘joguinhos’ dos casais, no lance do quero ou não quero”, afirma Zyza Gleybe ao ‘Essência’. 

Espetáculo 

Tango Goiano é uma apresentação circense, mas também de dança, com duos acrobáticos aéreos e de solo, evoluções no monociclo, manipulação de bolinhas, solos de paradas de mãos na banquilha e em cadeiras de equilíbrio. O espetáculo une o tradicional à contemporaneidade, ao resgatar a catira e congada – ritmos e movimentos da cultura popular da região Centro-Oeste – ao dramático tango, prática cultural da Argentina.

“É um espetáculo que usa a dramaturgia corporal; não existe texto falado. A trilha sonora também não tem letra; é só melodia. Então não é uma tarefa muito fácil interpretar o enredo, porque depende da vivência que cada um teve ao longo de sua vida”, afirma a bailarina. Embora a estreia de Tango Goiano só seja no sábado, os diretores do espetáculo já tiveram um feed back do público, porque fizeram ensaios abertos para testar iluminação e cenografia. “100% da plateia compreendeu a mensagem que o espetáculo se propõe”, afirma Zyza. 

Sinopse 

Uma carta, um par de palavras perdidas pode criar, resgatar ou destruir, assim começa esta hibridização da cultura popular regional, e o tradicional tango argentino. Os elementos aéreos refletem um mundo de sonhos, de ilusões e reflexões, no solo a realidade é dura, com suas dificuldades, conflitos e contradições, com movimentos que desafiam a força, equilíbrio e gravidade. Trazem à tona os embates e fragilidades, encontrando amores ardentes, vorazes volúpias, ciúmes nefastos, corações partidos, saudades brutais, desprezo, rancor, indiferença e símbolos autênticos do dramático tango. 

“Por meio das acrobacias, mostramos o desafio de aceitar o cônjuge como ele é, nos lenços trazemos a leveza do relacionamento. Hoje, a gente vive relações muito superficiais, até mesmo com os nossos objetos. Se algo estraga, compramos outros – tudo é substituível. Ninguém quer entender o outro. Se aparecer um espinho no caminho, a relação já muda. Então trazemos essa temática. Somente no fim do espetáculo o público descobre se o casal superou, ou não, os conflitos”, afirma a bailarina. 

Nas acrobacias, Zyza também representa a força. Seguida de uma exibição solo no tecido, a acrobata inspira o momento da conquista. Com romantismo e delicadeza rouba a atenção do seu companheiro. Nas paradas de mão em banquilha e cadeiras sobrepostas uma em cima da outra, retrata o equilíbrio necessário a qualquer relação seja amorosa que é o caso do espetáculo ou interpessoal. A figura masculina esta representada na atuação do malabares em monociclo uma modalidade que exige muita concentração e destreza da parte do artista Rodrigo. 

SERVIÇO

‘Tango Goiano’

Quando: sábado (13)

Onde: Teatro Goiânia Ouro (Rua 3, nº 1.016, Setor Central – Goiânia)

Horário: 19h30

Entrada: 1kg de alimento não perecível 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)