22 de maio de 2019 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
BARMAN
14-05-2019 | 11h30
Tiger Woods e namorada vão responder sobre morte de funcionário
Nicholas Immesberger era funcionário do restaurante de Woods e supostamente estava alcoolizado

Da Redação

O tenista Tiger Woods, seu restaurante The Woods que fica na cidade de Jupiter nos Estados Unidos, e sua namorada Erica Harmann, que é gerente no local, estão sendo processados pela família de Nicholas Immesberger que supostamente estava alcoolizado e morreu ao bater seu carro. De acordo com a família, Tiger e Erica deveriam ter impedido o homem que era barman no restaurante.

Nicholas morreu no dia 10 de dezembro do último ano, após bater seu Corvette perto da comunidade de Port Salerno, a cerca de 32 km do restaurante de Tiger Woods. A ação judicial foi registrada no condado de Palm Beach, na Flórida, e o crime supostamente cometido pelo casal seria homicídio culposo (quando não há intenção de matar). Segundo o processo, Immesberger parou de trabalhar às 15h, sentou no bar para beber e morreu em um acidente de carro cerca de três horas depois, às 18h. O nível de álcool encontrado no sangue dele marcava .256, ou seja, três vezes o limite legal do local.

A polícia afirmou que Nicholas dirigia a uma média de 110km/h em uma zona onde a velocidade máxima era de 88hkm/h. O processo afirma ainda que o homem participava de reuniões nos Alcoólicos Anônimos e já tinha sofrido outra batida no mês de novembro. Ele menciona ainda que Woods e Herman sabiam que o rapaz era alcoólatra, que teriam bebido com ele dias antes do acidente fatal e que incentivavam drinques entre os funcionários.  

(62) 3095-8700