Sábado, 15 de junho de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Wagner Lopes destaca solidariedade e rasga elogios a seu elenco após vitória sobre o Goiás

Postado em: 15-04-2019 as 13h20
Atlético Goianiense viajou e jogou pela Copa do Brasil, porém mesmo com pouco tempo para treinar saiu na frente na decisão do Goiano

Foto: Paulo Marcos / Atlético Goianiense 

Felipe André

A vitória do Atlético Goianiense sobre o Goiás na tarde deste último domingo (14) deixou a equipe de Campinas com praticamente uma mão na taça. O clube rubro-negro que teve sua torcida ao seu lado no primeiro jogo dominou o rival esmeraldino e agora terá a semana livre para trabalhar, assim como o Goiás, de olho apenas no segundo jogo, que acontece no próximo domingo (21) no Estádio Olímpico, mas desta vez apenas com a torcida do Verdão.

O treinador do Atlético, Wagner Lopes tratou de ressaltar o comprometimento do seu elenco. Na última semana, antes da final, o Dragão viajou para São Paulo onde enfrentou e acabou eliminado pelo Santos na Copa do Brasil. Mesmo com pouco tempo para treinar, o elenco superou o cansaço. "Foi um jogo que me deixa muito feliz, todo mundo se doando é um time solidário, não tem nenhuma estrela todos correm um pelo outro. A solidariedade superou o cansaço e todas as dificuldades que tivemos na semana com a viagem, Copa do Brasil e fizeram um belíssimo jogo", disse o comandante.

"Nós mostramos que temos um grupo muito qualificado, apesar dos desfalques quem entrou deu conta do recado mostrou que pode ser titular tranquilamente. A força do grupo é o coletivo, não tem nada definido, precisamos manter a humildade, os pés no chão sem nenhum tipo de achismo, e fazer uma boa semana de treino e ver o que precisamos melhorar, mas quero parabenizar os meus jogadores pela partida feita", completou Wagner Lopes.

Um dos destaques do time nesta temporada fica por conta do camisa 1, Maurício Kozlinski que se destacou na última temporada com a camisa do Avaí, chegou ao Atlético no começo do ano e rapidamente se tornou o titular. Ao ser questionado se Kozlinski seria o melhor goleiro do futebol goiano hoje, Wagner pregou respeito pelos outros, mas reforçou o desejo que tinha para trabalhar com ele.

"Eu respeito todos os outros goleiros e tem goleiros bons no futebol goiano, mas eu sempre tive vontade de trazer o Maurício [Kozlinski] para trabalhar comigo e estou feliz que ele está com a gente, tem uma postura de líder, consegue influenciar as pessoas ao seu redor, estou muito feliz com a atuação mas não só dele e de todos. Demos o primeiro passo mas ainda tem 90 minutos", finalizou o treinador.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja buscar