21 de abril de 2019 - domingo

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
goianão
25-03-2019 | 06h00
Fora de casa, Goiás supera a Aparecidense
Por 3 a 1, o esmeraldino vence o Camaleão e engrena uma boa vantagem para o jogo da volta, pelas quartas de final do Goianão

*Luiz Felipe Mendes

No Estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia, o Goiás aplicou uma boa vantagem em cima da Aparecidense, em jogo de ida das quartas de final do Campeonato Goiano. Com gols de Renatinho, Michael e Brenner, o alviverde fez um bom resultado fora de seus domínios. O Camaleão, que só conseguiu diminuir com Moisés, vai precisar de pelo menos um 2 a 0 na quarta-feira para conseguir se classificar no tempo regulamentar.

O jogo

Vamos combinar que o primeiro tempo não teve lá muitas chances. O Goiás teve mais oportunidades, com uma Aparecidense bastante tímida. Aos três minutos de bola rolando, o atacante Renatinho tentou o primeiro arremate, para fora. Michael tratou de mostrar o seu cartão de visitas cinco minutos mais tarde, quando, mesmo em má fase, conseguiu fazer boa jogada ao driblar dois adversários. A partida transcorreu e quase que o zagueiro Rafael Vaz abre o placar, em potente cobrança de falta. Os mandantes ainda tentaram aos 34, mas a pontaria não estava boa. Aos 40, veio o lance-chave da primeira etapa: um gol mal anulado de Michael. A última finalização com perigo foi do lateral Marcelo Hermes, para defesa do goleiro.

O segundo tempo foi muito, mas muito mais agitado. Em cinco minutos, já estava 2 a 0 para os visitantes. Logo na primeira volta do relógio, Ricardo Lima levantou demais o pé na área e acabou acertando Michael. Pênalti para o alviverde. Renatinho foi para a bola e chutou na trave, mas ela bateu nas costas do arqueiro Wallace e morreu no fundo das redes. Três minutos depois, Léo Sena deu a assistência para Michael infiltrar a zaga e completar para o gol em jogada individual. A partida ganhou vida, e a Aparecidense também. Alex Henrique tentou duas vezes seguidas antes dos 15 minutos - na primeira, Sidão defendeu, e na segunda, ele deu passe para Moisés, que perdeu gol incrível. Porém, o mesmo Moisés se redimiria depois, ao diminuir o marcador no Anníbal Batista de Toledo.

O Camaleão estava tão perto de empatar quando o Goiás de ampliar. E foi aí que o brilho do centroavante fez a diferença. Brenner bateu colocado e ampliou a diferença. Detalhe: assistência do estreante Giovanni Augusto, relacionado pela primeira vez para um jogo do Goiás. Ele mesmo quase fez o quarto de sua equipe aos 42, mas a defesa dos donos da casa estava atenta. O placar acabou ficando nisso mesmo, e o esmeraldino foi embora de Aparecida de Goiânia com uma grande vantagem no agregado. O confronto da volta está marcado para a próxima quarta-feira, no Estádio Hailé Pinheiro, a popular Serrinha, às 21h30. 

Goiânia empata com o Goianésia no Olímpico

No outro duelo das quartas de final jogado neste domingo, o Goiânia empatou com o Goianésia por 1 a 1 no Estádio Olímpico. As bolas na rede foram anotadas por Gustavo Bastos, no lado visitante, e Márcio, para os mandantes. O resultado é melhor para o time do interior, pois há o gol fora de casa como critério de desempate. A próxima partida acontece na próxima quarta-feira, às 20h30, no Estádio Valdeir José de Oliveira.

Pela primeira vez em 2019, o Goiânia pôde utilizar o Estádio Olímpico para mandar sua partida. Tendo feito uma campanha de sexto lugar na primeira fase, ele tinha pela frente o Goianésia, uma das maiores surpresas da etapa de grupos, com um sólido terceiro lugar. O primeiro gol da partida, inclusive, foi anotado pelo clube do interior goiano, com Gustavo Bastos. O Galo ficou atrás do marcador até os 40 minutos do segundo tempo, quando o goleiro Márcio converteu um pênalti, marcando um tento importantíssimo para o jogo da volta, na quarta-feira. Na mesma data, o Vila Nova, que venceu o embate de ida por 2 a 0, visita o CRAC no Genervino da Fonseca. Antes disso, amanhã o Dragão recebe a Anapolina no Estádio Antônio Accioly, com uma vantagem de 3 a 0 no agregado, conquistado no Jonas Duarte no último sábado. Depois das quartas de final, as semis começam já no fim de semana que vem, com o time de melhor campanha enfrentando o quarto, e o segundo pegando o terceiro. A final terá seu primeiro jogo disputado em 14 de abril, com o duelo decisivo marcado para 21 de abril, no feriado de Tiradentes.

 

 

(62) 3095-8700