22 de abril de 2019 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Red Bull Air Race
07-02-2019 | 17h00
Torneio de corrida aérea está perto de começar
Aviões de corrida vão sobrevoar as águas do Golfo Pérsico a mais de 370 km/h

Luiz Felipe Mendes

Vai começar a disputa pelo título mundial do Red Bull Air Race. Os pilotos da corrida aérea já estão em Abu Dhabi, onde disputam a primeira etapa amanhã, a partir das 8 horas, com transmissão ao vivo no site oficial do campeonato, em um traçado desenhado sobre as águas do Golfo Pérsico. O atual campeão é o tcheco Martin Šonka, que chegou ao primeiro título da carreira depois de vencer quatro das oito corridas de 2018.

Nesta temporada, os pilotos vão precisar se habituar às mudanças no regulamento. Foram poucas, mas podem ser determinantes para os resultados finais das corridas e do campeonato. A mais importante delas diz respeito à distribuição de pontos, que agora passa a contemplar também o treino classificatório: 3 pontos para o pole, 2 para o segundo e 1 para o terceiro. Quem superar as fases eliminatórias de cada prova também receberá pontuação extra: 5 pontos para quem avançar para o Round of 8 (semifinal) e três pontos para quem passar para o Final 4 (fase final). Considerando que as duas últimas temporadas foram decididas por 5 pontos ou menos, é de se esperar que esta mudança tenha grande impacto na briga pelo título. Outra alteração é o aumento na força G. A partir de agora, os pilotos só serão punidos se chegarem a 11G (onze vezes a força da gravidade). Antes, a punição era aplicada se permanecessem em 10G por mais de 0s6. Só para comparação: um piloto de Fórmula 1 costuma encarar cerca de 5G durante as corridas, menos da metade.

(62) 3095-8700