22 de fevereiro de 2019 - sexta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Invencibilidade
28-01-2019 | 06h00
Goiás vence Vila Nova, quebra tabu e se consolida na liderança do Goianão
Com gols de Michael e Júnior Brandão, ambos no segundo tempo, o alviverde engrena terceira vitória no Goiano; Vila perde a primeira

*Luiz Felipe Mendes

No maior clássico do estado, Goiás e Vila Nova se encontraram no Estádio da Serrinha, com torcida única esmeraldina. Apesar de todo o favoritismo alviverde, já faziam quase dois anos que a equipe não conseguia derrotar o maior rival. Na terceira rodada do Campeonato Goiano de 2019, no entanto, o Goiás demonstrou sua superioridade técnica e venceu por 2 a 0, com gols de Michael e Júnior Brandão, continuando na ponta do Grupo A. O Vila é o terceiro do Grupo B.

O jogo

A primeira etapa foi bem agitada. Embora a primeira investida tenha sido do Vila Nova, foi o Goiás que teve a primeira oportunidade de perigo, em chute de fora da área de Renatinho. No lance, o goleiro Rafael Santos brilhou. A partir daquele momento, os donos da casa começaram a dominar o duelo, criando cada vez mais volume de jogo. Em menos de 15 minutos, Rafael Santos já havia feito três boas defesas, além de uma finalização com perigo de Léo Sena. Aos 25, o arqueiro colorado fez mais uma intervenção importante, defendendo cabeçada de Marlone. Foi somente aos 31 que o Tigre mostrou suas garras, exigindo que Sidão trabalhasse para evitar um gol de falta do goleiro Patrick, que substituía o capitão Wesley Matos, com virose.

Antes do apito marcando o fim do intervalo, ainda houve tempo para Júnior Brandão acertar o travessão e o alviverde tentar outras jogadas, chegando sempre com perigo, mas sempre falhando na finalização, chutando para fora ou parando em Rafael Santos, o qual estava em uma tarde iluminada. O primeiro tempo virou com o marcador sem gols. O segundo começou mais ou menos com o mesmo panorama. Aos oito minutos, Marlone finalizou sem sucesso. Três minutos depois, porém, o atacante Michael tabelou lindamente com Júnior Brandão, driblou o zagueiro Philipe Maia e balançou as redes. 1 a 0 para os mandantes.

Apesar da inferioridade no marcador, o alvirrubro não conseguia promover perigo constante para os rivais, que eram mais criativos. Quando conseguiram chegar de maneira mais organizada no ataque, o goleiro Sidão defendeu chute de Mateus Anderson e salvou milagrosamente cabeçada de Rafael Silva. O Goiás fez foi ampliar o placar, em cruzamento de Kevin para Júnior Brandão, que testou para o fundo das redes. O jogo ainda esquentou no final, com direito a agressão do vilanovense Patrick, punida somente com cartão amarelo. Contudo, o árbitro deu o apito final e o torcedor esmeraldino saiu contente da Serrinha.

Outros jogos

Nas outras partidas da rodada, o Goiânia conseguiu sua primeira vitória no campeonato ao derrotar o Itumbiara fora de casa por 1 a 0, com gol de Alisson. 

Ficha Técnica

Goiás 2 x 0 Vila Nova 

Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia. Árbitro: André Luís Castro. Assistentes: Cristhyan Passos e Tiago Gomes. Gols: Michael, aos 11’ do 2º tempo. Júnior Brandão, aos 35’ do 2º tempo. Público pagante: 7.710. Público total: 9.107. Renda: R$ 136.100,00. 

Goiás: Sidão; Kevin, David Duarte, Rafael Vaz e Jefferson; Geovane, Léo Sena (Gilberto), Renatinho (Marcinho) e Marlone; Michael (Caíque Sá) e Júnior Brandão.

Técnico: Maurício Barbieri.

Vila Nova: Rafael Santos; Felipe Rodrigues (Tiago Cametá), Patrick, Philipe Maia e Gastón Filgueira; Araújo, Denner e Alan Mineiro; Mateus Anderson, Danilo (Michel Douglas) e Capixaba (Rafael Silva).

Técnico: Umberto Louzer. 

(62) 3095-8700