16 de janeiro de 2019 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Maratona
31-12-2018 | 11h47
Etíope e queniana vencem corrida de São Silvestre em SP
Percurso teve 15 quilômetros, passando por diversos pontos de São Paulo, com largada e chegada na Avenida Paulista

Pódio das categorias feminino e masculino foram compostos por africanos (Foto: Divulgação/TV Gazeta)

O etíope Belay Tilahun Bezabh, de 22 anos, venceu a prova masculina da São Silvestre com o tempo de 45 minutos e cinco segundos. O brasileiro, Giovani dos Santos, ficou em oitavo lugar e fez o tempo de 46 minutos e 38 segundos.

Na competição feminina, venceu a queniana Sandrafelis Tuei, com o tempo de 50 minutos e dois segundos. Jenifer Nascimento Silva foi a brasileira mais bem colocada, com o tempo de 54 minutos e cinco segundos. Ela ficou no oitavo lugar.

No pelotão de elite, participaram 30 competidores estrangeiros da Etiópia, do Bahrein, Quênia, de Uganda, da Tanzânia, Argentina, do Equador e da Bolívia.

O percurso teve 15 quilômetros, passando por diversos pontos de São Paulo, com largada e chegada na Avenida Paulista. A prova é tradicionalmente disputada todo dia 31 de dezembro e reuniu, este ano, 30 mil participantes.

Atletas profissionais e amadores dividiram a pista, inclusive com participantes fantasiadas. Enquanto alguns correram focados em alcançar o menor tempo, outros ficaram satisfeitos apenas em completar a prova e superar o desafio.

João Rosário, 91 anos, é um exemplo. Ele mostrou que nunca é tarde para começar a correr. "A importância da corrida na minha vida é que eu cheguei aos 91 anos fazendo atividade física. Comecei já com 67 anos. Antes, eu não praticava atividade física", disse João participou de 20 São Silvestres e, hoje, incentiva as duas filhas, com correm ao seu lado. (Agência Brasil) 

(62) 3095-7800