16 de dezembro de 2018 - domingo

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
GOIÁS
03/12/2018 | 18h35
Com documentação irregular de jogador, Goiás pode ser punido
Documentação adulterada de Ernandes pode mudar o destino do Goiás em 2019; Clube não teme punição

Wagner Oliveira

O lateral Ernandes poderá prejudicar a vida do Goiás para 2019. O atleta que jogou em 31 jogos pelo Verdão pela Série B estava com documentação fraudada. De acordo com as informações do Boletim Diário da CBF (BID), Ernandes teria nascido no dia 11 de novembro de 1987, mas na verdade, o jogador nasceu em 11 de novembro de 1985.

Portanto, Ernandes é dois anos mais velho do que a documentação original mostra. No futebol, a expressão que se usa para adulteração de idade é “gato”. O artigo no Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), prevê perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitoria no regulamento da competição, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais).

Caso seja punido com perda de pontos, o Goiás deixará de disputar a Série A do Campeonato Brasileiro em 2019. A Ponte Preta, quinta colocada, herdaria a vaga do time esmeraldino na competição. Apesar disso, o diretor de futebol Túlio Lustosa, em contato com o jornal “O Hoje”, afirmou que não existe possibilidade do clube ser punido.

Outro time que poderia ser prejudicado é o Ceará. Ernandes estava no clube cearense no início da temporada e atuou na primeira rodada da competição na derrota do time para o Santos. Se o Vozão for punido com a perda de pontos, estará rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro no lugar do Sport.

O Goiás divulgou uma nota a imprensa esclarecendo o caso por parte do clube: No Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ernandes Dias Luz nasceu no dia 11 de novembro de 1987, ou seja, como consta no documento apresentado pelo jogador no ato de contrato com o Goiás Esporte Clube. Se o atleta possui outra documentação, o fato não é de responsabilidade do clube que o contratou e sim de quem efetuou o registro do jogador como profissional de futebol. Em toda documentação de Ernandes apresentada ao Goiás, desde Carteira de Trabalho, de Reservista, Carteira de Motorista e de Identidade apresentam a data de nascimento com o ano de 1987. Fato este que não acarretará nenhum tipo de ação ou punição contra o Goiás Esporte Clube. O atleta está de férias e até o presente momento não foi localizado para prestar esclarecimentos sobre o fato apresentado."

 
Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)