Terça-feira, 25 de junho de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Esporte

Lutadores embolsam dinheiro e Khabib é ovacionado em seu país

Postado em: 09-10-2018 as 18h15
Duelo foi o de maior valor financeiro na história da entidade, marcado por polêmicas dentro e fora do octógono

Foto: John Locher

Luiz Felipe Mendes

A luta entre o irlandês Conor McGregor e o russo Khabib Nurmagomedov pode ter sido marcada mais pela polêmica fora do octógono do que pelo combate em si, mas, independentemente do resultado final, favorável a Khabib, ambos protagonizaram o duelo mais bem pago da história do UFC. Embora tenha perdido, McGregor saiu com três milhões de dólares no bolso, enquanto seu desafeto faturou dois milhões. O evento fez parte do UFC 229 e aconteceu no fim de semana passado na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos. Hoje, dia 9, Khabib retornou à sua terra.

Apesar da desaprovação da cúpula esportiva e de seu próprio pai, Khabib voltou ao Daguestão com pinta de herói, após manter o cinturão dos leves derrotando um dos mais polêmicos lutadores da atualidade. A declaração do russo foi a seguinte: "Eu rezei para Deus por uma coisa: para ficar sozinho no cage com esse palhaço. Pedi isso todos os dias. Rezei para que não tivéssemos lesões, que batêssemos o peso, recuperássemos nossas forças e, por fim, nos trancassem no cage. Porque muito foi dito fora do cage, e eu disse que, assim que a porta do octógono fechasse, eu não seria responsável por minhas ações. A primeira coisa que quis mostrar a ele é a diferença entre nosso povo e o povo dele. Conhecemos nossa história, nossos ancestrais e o que nossas pessoas passaram. Nada pode nos quebrar. E com o que aconteceu depois, algumas pessoas disseram que errei, outras que fiz a coisa certa. Você não pode confinar uma águia na jaula, e eu mostrei isso a ele", disse Khabib.

McGregor, por sua vez, continua querendo uma revanche contra o rival. Na luta em Las Vegas, ele foi finalizado no quarto round e depois foi agredido por companheiros de equipe de Khabib, que por sua vez foi para cima de um membro do time do irlandês. O presidente do UFC, Dana White, ainda assim manteve o cinturão do russo, mas punições para os dois atletas podem vir da Comissão Atlética de Nevada.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja buscar