23 de outubro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
UFC
08/10/2018 | 17h25
Pai de Khabib e McGregor repercutem luta do fim de semana
Com briga generalizada em Las Vegas, o russo Khabib pode se ver sem o cinturão, mesmo tendo vencido o adversário irlandês

Foto: Esther Lin

Luiz Felipe Mendes

Na madrugada de sábado para domingo, aconteceu o UFC 229 em Las Vegas. A principal luta da noite, envolvendo o irlandês Conor McGregor e o russo Khabib Nurmagomedov, acabou em confusão generalizada iniciada por este último quando o mesmo foi para cima de Dillon Danis, da equipe do adversário. Aguardando punição da instituição, Khabib já foi repreendido pelo próprio pai e voltou a ser provocado por McGregor, algo que vinha sendo feito antes mesmo do embate entre os dois.

Dentro do octógono, a vitória de Khabib foi indiscutível. Ainda assim, ele pode perder o cinturão por suas ações fora dele. Seu pai, Abdulmanap, reprovou as atitudes do filho. "Você pode fazer o que quiser no octógono, mas fora dele, tem crianças, mulheres e pessoas aleatórias. Meu time sempre foi conhecido pela disciplina. Minha sanções ao Khabib serão muito mais pesadas dos que as do UFC. Fora do octógono as ações precisam ser de paz", repreendeu ele.

Por parte de McGregor, o irlandês postou uma foto em suas redes sociais com os seguintes dizeres: "Perdemos a luta, mas vencemos a batalha. A guerra continua". Enquanto isso, Dillon Danis postou "Nós estamos vivendo lá em cima, mas eles estão falando por baixo", em uma foto ao lado do cantor Drake. Ainda hoje, segunda-feira (8), o UFC pode definir o destino de Khabib em relação à polêmica luta do fim de semana.

Tópicos:  ufc,   mma,   luta

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)