19 de novembro de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Esportes
06/10/2018 | 06h00
No clássico pelo acesso, Atlético recebe o Vila
Os mandantes, em sexto lugar, e os visitantes, em sétimo, travam embate goiano em busca de uma vaga no G-4 do Brasileiro Série B

As duas equipes rivais possuem cartas na manga para o duelo de sábado, no Accioly

*Luiz Felipe Mendes

Chegou a hora da verdade. Chegou o momento que pode ser um divisor de águas na segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Aquele que vencer a partida deste sábado, às 16h30, no Estádio Accioly, seja o Atlético ou o Vila Nova, recoloca-se no caminho para a elite do futebol nacional. Um empate é ruim para os dois, que podem se ver mais longe do principal objetivo da temporada. Este clássico goiano é válido pela 30ª rodada da Série B.

No primeiro turno, as duas equipes empataram em um placar de 0 a 0, no Estádio Serra Dourada. O marcador zerado é algo com grandes probabilidades de se repetir, considerando que o Vila Nova possui a melhor defesa do campeonato, mas um dos piores ataques. Por outro lado, não só o Tigre, como também o Dragão precisa dos três pontos. Caso contrário, ambos podem ver seus adversários diretos por uma vaga no G-4 alargarem um pouco mais a distância a oito rodadas do fim do torneio.

Cada time possui um aspecto a seu favor. O Atlético tem a torcida ao seu lado, em um clássico sem a presença de apoiadores vilanovenses, uma determinação de segurança. Além disso, está com praticamente força máxima na escalação, com a única ausência do atacante André Luís, que até o fechamento desta edição se recuperava de uma pubalgia. No lado colorado, a defesa é a maior qualidade, mas o retrospecto do técnico Hemerson Maria também chama a atenção: são nove clássicos pelo alvirrubro, sem nenhuma derrota - são cinco vitórias e quatro empates. Além disso, conta com o retorno da defesa titular, com a exceção de Maguinho.

Os dois comandantes comentaram sobre o clássico do sábado. O rubro-negro focou no desafio em si, enquanto o alvirrubro ponderou sobre sua invencibilidade. “O Atlético tem que ter a cabeça no lugar, não deixar isso pesar contra, e sim ter fé, confiança e acreditar que é possível ganhar do Vila em um jogo extremamente difícil”, analisou Cláudio Tencati. “Cada jogo tem uma história diferente. Fico feliz por essa invencibilidade, mas não podemos ficar presos a isso. O Atlético-GO é uma grande equipe, bem treinada. É um jogo decisivo para as duas equipes”, balanceou Hemerson Maria.

Os dois rivais do estado estão com 44 pontos somados na Série B. Como a diferença para o terceiro colocado é atualmente de seis pontos, algumas equipe começam a desgarrar e dar passos importantes rumo à Série A. Nesse sentido, os outros times que ainda querem sonhar com a primeira divisão não podem mais se dar ao luxo de tropeçar, sobretudo em um confronto direto como o do fim de semana. Vindo de empates, Atlético e Vila Nova agora vão jogar para vencer a qualquer custo. 

Ficha técnica 

Atlético x Vila Nova 

Local: Estádio Antônio Accioly, neste sábado, às 16h30, em Goiânia. Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Rio Grande do Sul). Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/São Paulo) e Jorge Eduardo Bernardi (Rio Grande do Sul).  

Atlético: Jefferson; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Mascarenhas; Rômulo, Pedro Bambu e João Paulo; Júlio César, Renato Kayzer e Thiago Santos. 

Técnico: Cláudio Tencati.

Vila Nova: Mateus Pasinato; Moacir, Wesley Matos, Diego Giaretta e Gastón Filgueira; Geovane, Washington (Wellington Reis), Mateus Anderson, Alan Mineiro e Lucas Braga; Rafael Silva (Alex Henrique). 

Técnico: Hemerson Maria. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)