21 de junho de 2018 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Candidatos
08/06/2018 | 09h10
Trio desponta como favoritos à Bola de Ouro da Copa do Mundo
Neymar, o argentino Lionel Messi e o português Cristiano Ronaldo, enquanto o francês Antoine Griezmann e o egípcio Mohamed Salah correm por fora

A Copa do Mundo de 2018 tem três fortes candidatos a vencedor do prêmio de melhor jogador do torneio: Neymar, o argentino Lionel Messi e o português Cristiano Ronaldo, enquanto o francês Antoine Griezmann e o egípcio Mohamed Salah correm por fora.

Todos os postulantes, no entanto, sabem que dependem muito do trabalho dos companheiros, pois nunca, desde 1930, o craque da competição ficou fora das semifinais. Apenas em três das 20 edições realizadas, o eleito não terminou o torneio como campeão ou vice.

No último ano, Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo, pela revista "France Football" e pela Fifa. Nas duas premiações, Messi foi segundo colocado, e Neymar, o terceiro. Em 2016, os dois primeiros foram os mesmos, enquanto Griezmann completou o pódio.

Em 2018, no entanto, o grande destaque individual da temporada foi Salah, que brilhou no Campeonato Inglês, em que terminou com 31 gols e dez na Liga dos Campeões. No momento decisivo, no entanto, o egípcio se contundiu e viu o Liverpool ser derrotado pelo Real Madrid por 3 a 1.

Pesa contra o jogador dos 'Reds' a fragilidade da seleção do país do norte da África, que está no grupo A da Copa, junto com Rússia, Uruguai e Arábia Saudita, com poucas possibilidades de ir além das oitavas de final.

Na disputa pela Bola de Ouro da Copa, instituída em 1982, CR7 e Messi largam na frente. O primeiro, com 33 anos, e o segundo, com 30, terão a última ou a penúltima chance de conquistar o troféu. O português vem embalado pela conquista da Eurocopa, há dois anos, enquanto o argentino tenta ajudar a 'Albiceleste' a quebrar jejum de 25 anos sem troféus com a equipe principal.

Neymar, por sua vez, chega ao Mundial com peso menor, afinal, o torneio não será disputado no Brasil, como em 2014, e o elenco montado por Tite conta com mais jogadores capazes de dividir a responsabilidade de buscar o título, como Philippe Coutinho, um Willian mais maduro do que há quatro anos e Gabriel Jesus.

No Brasil, a coletiva Alemanha foi campeã sem um grande destaque individual, embora o meia-atacante Thomas Müller tenha sido eleito o segundo melhor do torneio, atrás apenas de Messi. Na Rússia, o goleiro Manuel Neuer, que se recuperou recentemente de lesão, o meia Toni Kroos e o jovem atacante Timo Werner surgem como candidatos.

Grandes craques, que dependerão do rendimento de suas seleções no Mundial, não faltam, como os meias belgas Eden Hazard e Kevin de Bruyne, o atacante francês Kylian Mbappé, o meia espanhol Isco e o atacante inglês Harry Kane são outros que sonham com a glória na Copa do Mundo.

Fonte: EFE 

Tópicos:  Copa,   Bola de Ouro,   Neymar,   Messi,   Cristiano Ronaldo,   CR

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)