24 de maio de 2018 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Esporte
Esportes
07/05/2018 | 06h00
Técnico Ney Franco é o novo treinador do time do Goiás
Hélio dos Anjos não aguentou a pressão da derrota para o Vila Nova e deixa o alviverde após 43 jogos. A diretoria agiu rápido e anunciou o novo comandante

Luiz Felipe Mendes*


Está encerrado o sexto ciclo de Hélio dos Anjos no comando do time do Goiás. A conquista do Campeonato Goiano e a boa campanha na Copa do Brasil não foram suficientes para manter o técnico no cargo, sendo que em quatro jogos da Série B, o alviverde não conseguiu engrenar uma vitória. A derrota para o rival Vila Nova foi a gota d’água, levando a diretoria a dispensar o treinador.

Contratado no segundo semestre de 2017, Hélio dos Anjos chegou à Serrinha com um objetivo claro em mente: ajudar o esmeraldino a escapar da zona de rebaixamento e evitar o descenso para a Série C. A missão foi completada, e o ano de 2018 não poderia ter começado melhor. Venceu o estadual - o 28º da história do clube - e levou a equipe às oitavas de final da Copa do Brasil, passando por cima de Sinop-MT, Boa Esporte, Coritiba e Avaí. Perdeu o jogo de ida das oitavas para o Grêmio, e o da volta ainda não foi disputado.

No Goianão, apesar de não ter vencido o Vila, fez ótima campanha e foi campeão diante da Aparecidense. Hélio começou a Série B em alta, mas perdeu logo na estreia para o CSA, atual campeão alagoano. Foi derrotado novamente no jogo seguinte, para o Figueirense, no Serra Dourada, e empatou com o São Bento na sequência. Contra o Vila Nova, com torcida única alviverde e com a chance de se reabilitar contra um adversário que estava 100% na competição, o Goiás fez um péssimo jogo, perdeu por 3 a 1 e viu o rival assumir a liderança.

Em sua sexta passagem pelo Goiás, Hélio dos Anjos completou 43 partidas, com 18 vitórias, 13 empates e 12 derrotas em três torneios diferentes. Além dele, deixam o clube o auxiliar Guilherme dos Anjos e o assistente Marcelo Rocha. Durante os últimos dias, o esmeraldino viveu situação tensa e um ambiente sob protestos da torcida, em grande parte pedindo a saída do treinador. O momento de Hélio ficou insustentável após o último revés, e em um acordo com a diretoria o comandante vai tomar novos rumos na carreira profissional.

Ainda não se sabe quem vai assumir o posto de técnico do Goiás daqui para a frente. Na 18ª colocação do Brasileiro Série B, o objetivo alviverde de conquistar o acesso começou de maneira complicada. Para que o clube não repita o desempenho dos dois anos anteriores, quando terminou o campeonato na segunda metade da tabela, não pode perder mais tempo e precisa somar os primeiros três pontos.

Embora a situação na Série B seja a que mais preocupe, o Goiás vira a chave para o jogo de quarta-feira, na decisão contra o Grêmio, em Porto Alegre. Para conseguir a vaga nas quartas de final, precisa reverter a vantagem de dois gols que o time gaúcho conquistou no Serra Dourada, há duas semanas. Sem o critério do gol fora de casa, o alviverde vai precisar suar a camisa para ter a chance da classificação.


Ney Franco

De acordo com informação da Rádio Sagres, o Goiás já confirmou o novo treinador para a sequência da temporada: o experiente Ney Franco. Com apenas uma assinatura de contrato separando o técnico do time alviverde, o clube deve ganhar um novo comandante mais rápido do que se esperava. No embate contra o Grêmio pelo meio de semana, no entanto, o técnico das categorias de base, Augusto César, vai liderar o Goiás. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)