19 de agosto de 2018 - domingo

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Economia
Investimento
15/06/2018 | 17h40
Goiás recebe primeiras lojas do Magazine Luiza nesta sexta-feira
O secretário de Governo, João Furtado, representou o governador José Eliton durante a solenidade de abertura na loja do Setor Central em Goiânia

O secretário de Governo, João Furtado, representou o governador José Eliton durante a solenidade de abertura na loja do Setor Central em Goiânia.

“Goiás, nos últimos vinte anos, multiplicou seu PIB por 10. Temos crescido acima da média nacional mesmo durante o período de recessão e agora também neste momento em que a economia brasileira começa a reagir. Também estamos entre os três estados brasileiros que mais geram emprego no Brasil”, disse Furtado.

De acordo com o gerente do Magazine Luiza, Júnior Martins, as equipes das nove lojas estão completas, entretanto novos postos de trabalho devem surgir nos próximos meses. “Até agosto, mais cinco lojas serão abertas em Goiás. Estamos orientando o cadastramento em nosso banco de currículos”, explica o gerente. As pessoas interessadas nas novas vagas devem preencher o cadastro no site www.99jobs.com.br . A empresa irá entrar em contato caso o currículo se enquadre nos perfis desejados.

Saiba mais

O investimento total do grupo no Estado vai passar dos R$ 90 milhões. Em reunião com o governador José Eliton, Luiza Trajano disse que a empresa tem planos de abrir 100 lojas este ano, das quais 25 em Goiás e outras no Distrito Federal e no Maranhão. Em Goiás, as lojas serão abertas em Goiânia, Anápolis, Jataí, Aparecida de Goiânia, Inhumas, Goianésia, Morrinhos, Quirinópolis, Jaraguá, Itaberaí, Porangatu e Uruaçu. A empresa já tem unidades em Caldas Novas, Itumbiara, Catalão e Rio Verde.

Luiza Trajano disse que confia, plenamente, no desenvolvimento da economia goiana e que a empresa sempre desejou entrar nos mercados de Goiás e do Distrito Federal, mas que esperou o momento oportuno para fazer os investimentos. “Esse momento é agora que Goiás continua crescendo e se projetando nacionalmente”, afirmou.

A empresária acrescentou que, embora o País esteja vivendo um momento meio conturbado na política, a economia está crescendo e mostra sinais que a crise econômico-financeira é coisa do passado. “Confiamos no Brasil, em seu grande potencial”, destacou.

 
Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)