19 de setembro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Economia
Paixão
05/06/2018 | 10h15
Frota de carros no Brasil está mais antiga e vendas caem
Em 2016, a idade média dos carros e motos no Brasil era de 9 anos e quatro meses, a mais velha em dez anos

Todo mundo já ouvir falar o quanto o brasileiro é apaixonado por carros, mas além dessa paixão outro fator tem levado os brasileiros a gastarem mais com seus carros e motos: a crise econômica. Segundo relatório do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores, em 2017, a frota brasileira até cresceu, 1,2% em relação ao ano anterior, passando para 43.371 milhões unidades circulando nas ruas. Porém, essa mesma frota tem ficado cada vez mais antiga o que requer um gasto maior com manutenção e mecânica. Em 2016, a idade média dos carros e motos no Brasil era de 9 anos e quatro meses, a mais velha em dez anos.

De acordo com a pesquisa do Sindipeças, pouco mais da metade dos veículos automotores do país (52%), ou 22,5 milhões, têm entre seis e 15 anos de idade. Ainda conforme o levantamento o gasto médio mensal do brasileiro com manutenção de um corro, fora seguro e IPVA, é cerca de R$ 400 por mês, o que inclui despesas com combustível, lavagem e mecânica. Com a queda nas vendas de modelos novos e a maior necessidade de se manter um carro ou moto por mais tempo tem levado muita gente a visitar com maior frequência as oficinas mecânicas e outros estabelecimentos que trabalham com manutenção de veículos.

Felizmente, esses serviços estão entre os que podem ser facilmente negociados em plataformas de permutas, como a XporY.com, que possui associados que prestam diversos serviços em manutenção e conservação de veículos automotores, como também de estética automotiva. Por isso, em tempos de crise, conseguir ir ao mecânico e pagar pelos serviços só na base da permuta, pode ser literalmente “uma mão na roda”. 

“Além da necessidade de se ficar com o carro por mais tempo, vale lembrar que mesmo quando o carro não é muito velho é importante colocar a sua manutenção em dia, para se conseguir um bom valor de revenda”, destaca Rafael Barbosa,  especialista em economia colaborativa e fundador da XporY.com, plataforma de permutas multilaterais com mais de 2.600 associados, entre empresas e profissionais autônomos.

Economia

Quase R$ 4 mill foi o que a advogada Graziela Beloti, 33 anos, economizou ao fazer os serviços de lanternagem em três carros de sua família numa das empresas associadas na XporY.com, a X-Car.

“Fiz a lanternagem e pintura em três carros pela XporY.com, um que é da minha mãe, outro da minha irmã, os quais foram batidos e precisou fazer lanternagem e pintura, já o meu eu mandei fazer uma geral para eliminar pequenos amassados, arranhões e imperfeições”, conta Graziela. A advogada, que também é associada à plataforma, diz que a maior preocupação com a conservação dos veículos tem a ver com a dificuldade de se comprar um novo nos dias de hoje. “Hoje para comprar um carro zero não é nada fácil, o valor é muito alto, por isso nós da nossa família preferimos adquirir carros seminovos e sempre verificamos a procedência para ver se o dono também conserva seu veículo”, explica.

O publicitário Daniel Borges, 40 anos, também usou o sistema de permuta para cuidar dos veículos que tem. “Eu gosto sempre de ver meus carros com cara de novos, e isso valoriza o veículo na hora de vender, por isso renovei a pintura e lanternagem nos dois carros que possuo. Na plataforma eu sempre uso também o serviço lava-jato”, revela Daniel. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)