22 de maio de 2019 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
Cultura
16-05-2019 | 06h00
‘Canto de Ouro 2019’ começa hoje
Evento destaca para o público os artistas locais ligados à música popular brasileira e com carreira atuante no cenário musical

SABRINA MOURA*

Com o intuito de mostrar a música popular brasileira feita na Capital, a 9ª edição do Canto de Ouro começa nesta quinta-feira (16), com programação que segue até o dia 10 de agosto no palco do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro.

Segundo o produtor do festival, Carlos Brandão, o Canto de Outro é, sem dúvidas , um dos mais importantes eventos voltados para a MPB do País. “Não existe um festival de música popular brasileira que reúne tantos artistas e dura tantas semanas”, conta ele. “Em Goiânia temos excelentes cantores, cantoras e compositores de MPB. A ideia sempre foi abrir espaço para estes artistas locais, além de também deixar uma brecha para novos artistas”, completa Brandão.

O Goiânia Canto de Ouro reúne cerca de 70 artistas dentre cantores e cantoras, além de cerca de 20 instrumentistas, para oferecer ao público, o melhor da MPB feita em Goiânia. “Esse ano, os cantores e cantoras que foram convidados para integrar os 13 elencos, são artistas basicamente ligados à música popular brasileira e que vem mantendo uma carreira atuante no dia-a-dia da cena musical de Goiânia”, explica a diretora de eventosda Secretaria de Cultura, Marci Dornelas, responsável pela seleção dos artistas. Esse é um detalhe importante: em 2019 não houve edital como em 2018. Os artistas dessa edição do festival foram convidados pela Secretaria de Cultura.

São 13 semanas de shows com importantes nomes da música local, além de artistas novos, mas já conhecidos de muita gente que frequenta as atividades culturais na Capital. Para abrir a sua temporada, o festival faz uma homenagem ao samba, que a cada dia ocupa mais espaços na cidade. Nomes da velha guarda do samba feito em Goiânia se unem a novos sambistas e mostram a força desse gênero musical dentre os goianos. 

O grande diferencial do Canto de Ouro versão 2019 é que os novos talentos deixam de fazer aberturas de shows e têm um dia somente para eles. Assim, os últimos seis domingos do festival, foram preparados pela produção, para que caras novas da música feita em Goiânia possam se apresentar. A mostra aos domingos foi batizada de Nova MPB/Goiânia. “É legal porque os artistas têm a chance de ter um palco só deles, onde cada um vai poder cantar suas músicas, mostrar um pouco do seu trabalho e do seu jeito de se apresentar. É um show do jovem artista e não um show de abertura para outros. É legal poder abrir uma noite para essa ‘molecada’ que está fazendo uma música muito interessante”, afirma Carlos.

Marci Dornelas pontua sobre a dimensão do festival. “O Canto de Ouro é fundamental para a divulgação da MPB em Goiás, além de abrir espaços para novos artistas. Este ano, serão mais de 20 novos talentos que vão se apresetar no festival pela primeira vez”.

Kleber Adorno, secretário de Cultura de Goiânia, destaca sobre a importância do evento, não só para os artistas como para a população. “É um projeto democrático, coletivo, que estimula o talento, democratiza o acesso à boa música, forma público e desvela nossa identidade”, finaliza ele.

O Canto de Ouro foi criado em 2008 e, desde então, cumpre sua tarefa de evidenciar os artistas que fazem a MPB, em Goiás. 

*Integrante do programa de estágio do jornal O HOJE

Serviço

‘Goiânia Canto de Ouro’

Quando: 16 de maio a 11 de agosto

Onde: Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro (Rua 3, nº 1.016, setor Central)

Horários: quinta e sábado (às 21h) e aos domingos (às 19h)

Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Programação: facebook.com/goianiaouro

 

(62) 3095-8700