22 de maio de 2019 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
MÚSICA
12-04-2019 | 06h00
“O melhor terreno para se plantar sementes de um futuro melhor é no coração de um jovem”
Projeto ‘Música em Ação’ será realizado, nesta sexta, em Aparecida de Goiânia

SABRINA MOURA*

Abanda EX4 se apresentará aos alunos da Escola Estadual Presidente Artur da Costa e Silva, em Aparecida de Goiânia, nesta sexta-feira (12), por meio do projeto Música em Ação. O evento, voltado para jovens e adolescentes, tem cunho sociocultural, com inserções de mensagens motivacionais e de prevenção.

Segundo o gestor cultural Max Bennett, o projeto surgiu no segundo semestre de 2007 com o intuito de fortalecer a ideia de que a música voltaria à grade curricular das escolas, e eles, como artistas, poderiam ser fontes de inspiração para que os estudantes formassem bandas e núcleos culturais nas escolas. “Como a lei foi sancionada, mas não colocada 100% em prática, começamos a enxergar uma abrangência social ainda maior: a falta de perspectiva de futuro entre os estudantes”, revela Max. 

Max, que integra a banda EX4, tem a música como base para palestras, e, após quase 11 anos, já ultrapassou a marca de 400 eventos; 335.000 jovens impactados diretamente; 300 instrumentos musicais doados; 85.000 CDs distribuídos gratuitamente e mais de 22.000 participantes nas oficinas culturais. “A música é um bem cultural de valor universal. Suas aplicações são as mais diversas, e sua história na civilização está diretamente ligada a grandes acontecimentos que vão desde celebrações diversas, guerras e até funerais – o que mostra que a música é uma forma de manifestação e de linguagem que está diretamente relacionada às emoções. Por isso, usamos o poder da música, associado a mensagens positivas, para provocar o surgimento de padrões de comportamento relacionados à boas práticas sociais”, explica ele.

O principal tema abordado é a valorização e o respeito à vida que, segundo ele, sem esse ponto inicial, se cria um ciclo muito perigoso e ao mesmo tempo atraente ao jovem, pois, para suprir a busca pelo protagonismo e a aceitação, um número cada vez maior de adolescentes e jovens têm sucumbido a um padrão de comportamento agressivo, podendo, ou não, estar associado ao uso e até mesmo ao tráfico de drogas. “Entendemos que a nossa missão artística tem grande importância para a sociedade como um todo, e não somente para os jovens, pois o impacto destas ações se reflete aos familiares e comunidades circunvizinhas à escola. O melhor terreno para se plantar sementes de um futuro melhor é no coração de um jovem. Não poderíamos nos omitir a fazer algo para impactar esta geração, tão seduzida pela tecnologia – que tem afastado as pessoas de um convívio pessoal saudável”, finaliza Bennett.

*Integrante do programa de estágio do jornal O HOJE sob orientação 

da editora Flávia Popov

SERVIÇO

‘Música em Ação’

Quando: sexta-feira (12)

Horário: 9h30

Onde: E.E. Presidente Artur da Costa e Silva (Rua X, 26, quadra 67 s/nº, Sítio Santa Luzia – Aparecida de Goiânia)

 

(62) 3095-8700