20 de abril de 2019 - sábado

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
TELEVISÃO
07-02-2019 | 06h00
Best-seller Thalita Rebouças reflete sobre celebridades literárias na TV Brasil
Com o carisma contagiante que a caracteriza, Thalita analisa o perfil dos autores contemporâneos

A escritora Thalita Rebouças é a convidada do programa Trilha de Letras desta sexta (8), às 18h30, na TV Brasil. A jornalista bate um papo sobre sucesso literário com o também escritor e apresentador Raphael Montes.

Com o carisma contagiante que a caracteriza, Thalita analisa o perfil dos autores contemporâneos. “Eu nunca fui exatamente o que se espera de uma escritora”, conta ao buscar desfazer essa noção. “Sempre desconstruí a imagem do escritor”, lembra ao afirmar que não se vê como uma celebridade, apesar de suas séries de publicações serem um fenômeno de vendas.

“Eu não me considero uma escritora-celebridade, mas é claro que fiquei conhecida por conta dos meus livros”, declara a autora logo no início da conversa gravada para a emissora pública em sua casa onde tem uma biblioteca com seus livros e obras de outros escritores.

Thalita Rebouças recorda que sentiu a ‘virada na carreira’ com Fala sério, Mãe! (2004), sua terceira publicação, a segunda voltada ao público adolescente. A repercussão foi tamanha que ela fez uma série de livros sobre o tema. A partir do título Ela Disse, Ele Disse (2011), também publicou outras séries com grande volume de vendas.

Durante o papo, a convidada fala ainda sobre a adaptação de suas obras para a televisão e o cinema. Ela menciona títulos que ganharam outras plataformas e foram sucesso nas telonas: Uma Fada Veio Me Visitar (2007) e Tudo Por Um Pop Star (2003).

A escritora destaca também como o público de uma obra pode ser diferente daquele previsto inicialmente. “Meu primeiro livro foi ‘Traição entre amigas’ (2000) que era para jovens adultos, mas quem gostou dele foi a galera de 12 a 15 anos. Eles se apaixonaram. Essa turma se reconheceu minhas páginas. Então decidir escrever para eles”, diz Thalita que comenta a expectativa sobre a recepção dos leitores quando vai lançar uma nova obra.

A qualidade do texto literário, o número de exemplares vendidos e a autenticidade do autor são fatores que determinam a repercussão de uma obra. Para Thalita Rebouças, o carisma dos escritores também faz diferença.

“Hoje, com o sucesso da literatura infantojuvenil, com tantos jovens escrevendo para jovens, o panorama do mercado literário está mudando. Cada vez mais os autores estão dando a cara a tapa”, avalia a jornalista.

Essa edição do programa Trilha de Letras também traz o depoimento da escritora e youtuber Babi Dewet que comenta a relação entre autor, público e conteúdo na internet. Ela explica que esses papeis já estão definidos no mundo contemporâneo.

”Hoje em dia o autor faz parte do produto. É muito importante ter essa identificação com as pessoas e a internet cria esse espaço. Os autores que aproveitam isso conseguem um contato muito mais próximo com os leitores que passam a se interessar ainda mais pelas suas obras”.

Formada em cinema, Babi começou a carreira escrevendo fanfics e já lançou cinco livros com destaque para a trilogia Sábado à Noite. Amante de música, a influenciadora digital apresenta shows e eventos de cultura coreana e pop. Ela também possui um canal no Youtube sobre KPop e livros.

Primeiro livro dos sete volumes da série de fantasia Harry Potter, da escritora britânica de J.K. Rowling, o título Harry Potter – A Pedra Filosofal é a dica da jornalista Katy Navarro que fala sobre a obra inicial da saga do bruxo que também ganhou a sétima arte. O programa da TV Brasil apresenta o blog Literatura é Bom pra Vista no quadro Dando a Letra.

SERVIÇO

Programa ‘Trilha de Letras’

Quando: sexta-feira (8) às 18h30 

Onde: TV Brasil

 

(62) 3095-8700