19 de agosto de 2018 - domingo

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Concursos
Seduce
03/08/2018 | 17h50
Educação terá concurso para professores das áreas de Humanas
O anúncio do concurso foi realizado na durante a diplomação e posse dos 1.100 gestores educacionais

O novo concurso será para as áreas de Humanas e Artes. (Foto: Reprodução Internet)

Da Redação

A conclusão do concurso público para professores de Exatas na rede pública estadual e a realização de novo concurso para as áreas de Humanas e Artes foram anunciadas pelo Governo de Goiás nesta sexta-feira (3) durante a diplomação e posse dos 1.100 gestores educacionais.

O evento foi realizado no Ginásio Rio Vermelho, que integra o Centro de Excelência do Esporte, e contou com as presenças do governador José Eliton, ex-secretária Raquel Teixeira, representando o ex-governador Marconi Perillo; Marcos Elias Moreira, presidente do Conselho Estadual de Educação; secretário de Educação, Cultura e Esporte de Goiás, Flávio Peixoto; além dos coordenadores regionais, gerentes e superintendentes da Seduce e diversas outras autoridades.

Também tomaram posse no cargo os gestores dos Colégios Estaduais da Polícia Militar de Goiás (CEPMG) e das escolas conveniadas. Todos receberam o Manual de Orientações para os Diretores Escolares e irão cumprir um mandato de três anos, com possibilidade de reeleição por mais dois.

Durante a solenidade, o governador José Eliton afirmou que os diretores precisam ser escolhidos levando em sua consideração a sua capacidade porque é isso que contribui para uma boa gestão escolar. Ele também reconheceu que a implantação das eleições diretas para diretores foi um dos fatores que contribuíram para os avanços na qualidade do ensino público goiano.

LDB

O secretário de Educação, Cultura e Esporte de Goiás, Flávio Peixoto destacou que a realização do processo de escolha democrática dos diretores legitima a vontade da população, que passa a se sentir mais interessada e comprometida com os resultados da escola. Ele também lembrou que a rede pública estadual foi pioneira ao instituir as eleições diretas em 2000 e que esse fato foi importante para garantir os resultados positivos alcançados por Goiás nos últimos 20 anos.

A presidente do Sintego (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Goiás), Bia de Lima, ressaltou que Goiás foi o primeiro Estado brasileiro a instituir a gestão democrática das escolas conforme prevê a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) nacional.

Idaliza Brasil, diretora eleita do Colégio Estadual Dom Abel, falou em nome de todos os demais gestores. Ela fez questão de frisar a importância do diretor em sua comunidade, já que as famílias nutrem grandes expectativas em relação à escola onde os filhos estudam. “A responsabilidade de cada um de nós, escolhidos pela comunidade estudantil, é enorme, pois representamos a possibilidade de atender os anseios da população que busca um ensino de boa qualidade e um futuro melhor para nossos estudantes”.

Escolha democrática

As eleições diretas para diretores de escolas na rede pública estadual foram realizadas no dia 26 de junho com a participação de alunos, pais de alunos e/ou responsáveis, servidores e professores. A eleição permite a escolha somente do diretor, que tem autonomia para indicar os demais integrantes do seu grupo gestor – secretário escolar, coordenador administrativo e financeiro, coordenador pedagógico e tutor educacional – dentro dos critérios estabelecidos pela Seduce. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)