22 de fevereiro de 2019 - sexta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Aragarças
11-02-2019 | 08h56
Incêndio em ônibus escolares e ambulância foi motivado por suposta vingança
Incêndio foi uma suposta represália à morte de um homem, identificado como Jefinho, em um confronto com a Polícia Militar em Bom Jardim de Goiás

Eduardo Marques

Cinco pessoas, que se dizem integrantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV), foram presas na tarde deste domingo (10/2) suspeitas de incendiar sete ônibus escolares, uma ambulância e uma viatura do Instituto Médico Legal (IML), em Aragarças, na Região Oeste de Goiás, a cerca de 380 Km de Goiânia. Os veículos estavam estacionados no pátio da Secretaria de Obras da cidade.

O incêndio criminoso foi motivado supostamente por vingança, em represália à morte de um homem, identificado como Jefinho, em um confronto com a Polícia Militar (PM), em Bom Jardim de Goiás. As prisões foram realizadas pelas Polícias Militar e Civil de Goiás, juntamente com o Grupo Patrulhamento Tático (GPT) e a PM de Mato Grosso.

Os envolvidos, que não tiveram os nomes divulgados, têm idades entre 18 e 29 anos. Após a prisão, eles disseram aos policiais que o incêndio em veículos públicos foi em ‘protesto’ à morte de Jeferson Alves Martins, conhecido como Jefinho, de 25 anos. O homem era suspeito de roubar gado nas fazendas da região. 

(62) 3095-8700