18 de janeiro de 2019 - sexta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Sustentabilidade
11-01-2019 | 06h00
Comurg irá realizar um leilão de madeiras no próximo dia 25 de janeiro
Em nota, a Companhia informou que a estimativa é que se arrecade cerca de R$ 147 mil com o leilão, caso todos os lotes sejam arrematados

Higor Santana*

A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) irá realizar um leilão de madeiras no próximo dia 25 de janeiro. Em sessão pública e com forma de disputa aberta, o leilão vai acontecer no auditório da sede da Comurg na Vila Aurora, com início previsto para às 10 horas.

O leilão da lenha e dos troncos é resultante da poda e extirpação de árvores, mediante laudo emitido pela Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) que atesta a situação fitossanitária das árvores.

Em nota, a Comurg informou que a estimativa é que se arrecade cerca de R$ 147 mil com o leilão, caso todos os lotes sejam arrematados. O valor correto de cada lote poderá ser conferido no edital que está previsto para ser publicado hoje no portal da Comurg.

Lotes

As madeiras estão distribuídas em 26 lotes, sendo 23 de lenhas de comprimentos variados, larguras aproximadas de dois metros e três lotes de troncos, com comprimentos, larguras e diâmetros variados, conforme as especificações previstas no edital.

Os preços de avaliação levaram em consideração o estado de conservação das peças e o lance mínimo deverá ser igual ou superior ao valor da avaliação. O material a ser leiloado apresentou lesões físicas ou biológicas e, por isso, não pôde ser utilizado nos projetos da Companhia.

Em junho de 2012 a Prefeitura de Goiânia, por meio da Comurg, realizou uma licitação na modalidade leilão público, do tipo maior lance, das madeiras resultantes da poda e extirpação de árvores. Tendo visto que os objetos leiloados teriam finalidade de lenha, e que no ato quem fizesse a melhor oferta, ficaria com o objeto.

De acordo com a Comurg, o valor arrecadado será utilizado na própria Companhia como manutenção do aterro sanitário, compra de equipamentos para os servidores, dentre outros.

Quem pode participar

Podem participar tanto pessoas físicas quanto jurídicas, as dúvidas podem ser esclarecidas pessoalmente ou pelo telefone (62) 3524-8657, por meio da Comissão Especial de Licitação.

As madeiras estão no aterro sanitário de Goiânia, localizado no KM 3, GO 060, Chácara São Joaquim, e estarão expostas para visitação pública do dia 11 ao dia 23 de janeiro de 2019, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30, e das 14h às 17h. 

Os interessados deverão procurar o engenheiro civil Edmar Daniel Bernardes Cardoso ou podem ligar no telefone: 3524-3410. (Higor Santana é estagiário do jornal O Hoje sob orientação do editor de Cidades Rhudy Crysthian) 

(62) 3095-7800