22 de setembro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Anápolis
13/09/2018 | 14h30
Um homem morre e outros dois são presos em confronto com a PM
O trio era especializado em assaltar residências na cidade e um deles foi reconhecido por uma das vítimas

Jovem é morto durante confronto com militares (Foto: Reprodução)

Eduardo Marques

Uma pessoa morreu e duas foram presas durante troca de tiros com os policiais militares do Comando de Policiamento Especializado (CPE), em Anápolis, a cerca de 55 Km de Goiânia. De acordo com a Polícia Militar (PM), os três suspeitos eram especializados em assaltar residências na cidade e um deles foi reconhecido por uma das vítimas. 

Segundo a PM, os agentes sabiam de um roubo ocorrido na noite da última terça-feira (11), no Setor Calixtolândia, quando foram levados uma caminhonete e uma motocicleta Honda/Broz. Diante disso, os militares avistaram uma moto idêntica a roubada sendo pilotada por Rodrigo Luiz Martins, de 22 anos, nas ruas do Jardim das Nações Unidas.

Ao ser abordado, o suspeito confessou o crime e indicou aos policiais uma residência, localizada no mesmo setor, onde estariam os comparsas. No local, estavam Roney Rocha, de 18 anos, e Ulisses Francisco de Oliveira, de 76 anos. Houve troca de tiros e Roney foi atingido.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada para resgate, mas apenas constatou óbito no local. Com eles, foi apreendido um revólver calibre 32 com cinco munições deflagradas, além da caminhonete.

Segundo a PM, Roney tinha diversas passagens quando menor de idade. Já Rodrigo possui por porte ilegal de arma de fogo, roubo, receptação e lesão corporal. 

 

Tópicos:  Anápolis,   CPE,   roubo

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)