20 de setembro de 2018 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Monitoramento
10/07/2018 | 16h30
Prefeitura de Goiânia inicia campanha ''Férias sem Aedes''
Além das medidas durante as férias, a SMS prevê visitar unidades educacionais na Capital no final deste mês de Julho com a ação ''Volta às aulas sem Aedes''

Proliferação do Aedes. Foto/Reprodução.

Da redação

Durante esse período de férias, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realiza a campanha “Férias sem Aedes”. A abertura será realizada nesta quarta-feira (11) no setor Jardim América. O mês de julho é a época em que várias pessoas viajam e deixam suas residências fechadas, é importante vistoriar casas, apartamentos e ambiente de trabalho para que o Aedes aegypti não encontre locais que sirvam de criadouros. 

Além de identificar e eliminar os focos do Aedes, o objetivo da campanha é orientar o público sobre como evitar que, durante as férias, a casa se torne um criadouro de mosquitos. As precauções não param por aí e a monitoração em espaços públicos como praças, parques, escolas e locais de lazer serão intensificados pelas equipes de combate.

''A preocupação acontece quando as pessoas vão viajar, porque mesmo fora do período de chuva, o mosquito tem se adaptado para proliferar em situações climáticas desfavoráveis. Dentro de casa podem existir criadouros importantes, como ralos de banheiro e vaso sanitários. A nossa atenção deve ser mantida nesta época'', orienta o diretor de Vigilância em Zoonoses da SMS, Gildo Felipe de Paula.

O ciclo de reprodução do mosquito, desde o ovo à forma adulta, leva em torno de 5 a 10 dias. Por isso, mesmo em viagens de menor duração, a população deve tomar as medidas preventivas verificando recipientes de possível proliferação do mosquito, como caixas d'água destampadas, vasos sanitários não utilizados, ralos de cozinhas, banheiros, subsolos de prédios, piscinas, pratos de plantas, vasilhas de água de animais ou em qualquer lugar que acumule água sem proteção. 

Durante a viagem, também é preciso ficar atento ao local de hospedagem. Áreas com grande circulação de doenças como dengue, zika e chikungunya  podem fazer com que as pessoas tragam o vírus ao retornarem para suas residências, e basta a presença do vetor em casa para que se inicie a transmissão para outras pessoas.

Além das medidas durante as férias, a SMS prevê visitar unidades educacionais na Capital no final deste mês de Julho com a ação ''Volta às aulas sem Aedes''. Dos Centros municipais de Educação Infantil, os Cmeis, às universidades, todos passarão pela vistoria. A estratégia da Prefeitura de Goiânia é possibilitar o retorno às aulas livre do mosquito.

SERVIÇO:

Assunto: Prefeitura inicia campanha "Férias sem Aedes"

Data: Quarta-feira, 11

Horário: Às 9h

Local: Setor Jardim América

Endereço: Rua C-157, Qd. 395. Lt. 20, setor Jardim América, Goiânia - GO 

Pontos de Referência: Acima da Av. T-63, próximo à Escola Municipal João Paulo I e Praça C-170

 

Tópicos:  Dengue,   Zika,   Doença,   Prevenção

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)