19 de setembro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Influenza
13/06/2018 | 09h30
Saúde alerta para prazo final da vacinação contra gripe
As gestantes que ainda não se vacinaram contra a influenza devem comparecer a um dos postos de saúde espalhados em todos os municípios do Estado para tomar a dose da vacina que protege contra a doença

A Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO) alerta para a Campanha de Vacinação contra a Influenza que termina no dia 15, sexta-feira. As gestantes que ainda não se vacinaram contra a influenza devem comparecer a um dos postos de saúde espalhados em todos os municípios do Estado para tomar a dose da vacina que protege contra a doença. 

Da mesma forma, orienta os pais ou responsáveis das crianças com menos de 5 anos que também não se imunizaram a levá-las a uma das unidades para a aplicação da vacina. Os registros da Gerência de Imunização e Rede de Frio da SES-GO apontam que a Campanha da Vacinação contra a Influenza em Goiás ainda não atingiu a meta preconizada pelo Ministério da Saúde para a imunização destes grupos prioritários.

A vacinação prossegue em todo o País até 15 de junho. A gerente de Imunização e Rede de Frio da SES-GO, Clécia de Lourdes Vecci Menezes, destaca que é fundamental as gestantes e menores de 5 anos que ainda não se vacinaram a tomar a dose contra a influenza. 

“Sem a proteção da vacina, estas pessoas correm o risco de adoecer, sofrer as complicações da doença e até mesmo morrer”, enfatiza. Ela informa que a SES-GO distribui a vacina contra a influenza para todos os municípios goianos para a imunização dos componentes dos grupos prioritários que ainda não se vacinaram. 

Tópicos:  Vacina,   Influenza,   Gripe

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)