25 de junho de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Entorno
11/06/2018 | 17h05
Policiais de Goiás e DF recuperam cargas roubadas na região
Foram encontrados diversos fardos de bebidas, gêneros alimentícios e produtos de limpeza em um galpão na cidade satélite de Ceilândia

Operação desencadeada pela Polícia Civil de Goiás e Batalhão de Rotam de Goiás, com apoio da Rotam do Distrito Federal (DF), no domingo (10) resultou na prisão de três pessoas e na recuperação de cargas roubadas na região do Entorno. Foram encontrados diversos fardos de bebidas, gêneros alimentícios e produtos de limpeza em um galpão na cidade satélite de Ceilândia.

Segundo o delegado Alex Vasconcelos, responsável pela diligência, foram necessários cinco caminhões para remover as mercadorias. De acordo com as investigações, a quadrilha tinha como ponto base a cidade de Águas Lindas, mas realizava os roubos nas regiões de Santo Antônio do Descoberto, Cocalzinho de Goiás e Luziânia. “Num período de dois meses, a organização criminosa realizou pelo menos oito roubos. Também investigamos comerciantes do Entorno, para quem possivelmente eram revendidas as mercadorias”, afirmou o adjunto da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar).

Após abordarem os caminhões nas estradas, os bandidos colocavam o motorista em carros e seguiam para um cativeiro, onde alguém permanecia vigiando. “Enquanto isso, membros da quadrilha conduziam a carga até galpão e depois abandonavam o veículo. O motorista era liberado na sequência. Não ficamos surpresos com a quantidade de itens encontrada”, contou o delegado.

As diligências continuam, no sentido de identificar e prender outros integrantes da associação criminosa. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)