21 de agosto de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
H1N1
16/04/2018 | 06h00
Idosos podem pedir vacinas em casa
Os idosos que não podem se locomover até os pontos de vacinação devem entrar em contato com unidades da Secretaria Municipal de Saúde

Gabriel Araújo*


A campanha de vacinação contra a gripe H1N1 começou na Grande Goiânia na última sexta-feira (13) com doses sendo disponibilizadas para o primeiro grupo de risco. Idosos, funcionários da saúde e pessoas com doenças crônicas precisam se locomover para um dos 56 postos de vacinação para serem vacinados. Para as pessoas que não podem se locomover e precisam receber as doses em casa a SMS disponibiliza equipes especializadas para o atendimento.

De acordo com o órgão, para solicitar a vacina é preciso que os familiares ou responsáveis legais entrem em contato com uma das unidades do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), que fazem parte dos distritos sanitários de cada região e marquem um dia e horário. São sete unidades distribuídas por cada setor da Capital. 

Para a vacinação, a SMS disponibilizou 56 pontos da Capital e, além das doses contra a Influenza, poderão ser encontradas demais vacinas de rotina. Também foram montados alguns pontos estratégicos em que serão oferecidas apenas as doses contra o H1N1, como o Centro Municipal de Vacinação, no Setor Pedro Ludovico e o Cais de Campinas.


Campanha

Na última semana o Ministério da Saúde liberou cerca de 650 mil doses para o estado de Goiás dar início a campanha de vacinação, que deve ter início hoje (13). O Estado é o primeiro a receber as vacinas contra o H1N1 e, conforme informado pelo secretario estadual de saúde, Leonardo Vilela, o pedido para o adiantamento da campanha de deve ao aumento não esperado dos casos.

A superintendente de vigilância em saúde da SMS, Flúvia Amorim, informou que Goiânia já recebeu 191 mil doses da vacina. "Temos 191 mil doses. Orientamos os diretores a solicitar novas doses pouco antes das que já estão nos postos acabar. Não há um limite de doses que podem ser enviadas para cada local", explica.


Saúde da Família

O programa de Estratégia de Saúde da Família é o projeto de atendimento básico do Governo Federal implantado no município em 1998 para reorganizar a atenção básica e primária do Sistema Único de Saúde (SUS), como os casos de consultas e solicitações de exames.

O projeto possui 188 equipes, que trabalham em mais de 60 unidades em todo o município e conta com um médico em cada. De acordo com informações da assessoria de imprensa da secretaria, a iniciativa conta com 71 médicos do programa Mais Médicos que trabalham em locais fixos. Ainda segundo a assessoria, em casos de necessidades estes profissionais são deslocados para as residências dos pacientes. (Gabriel Araújo é estagiário do jornal O Hoje sob orientação do editor de Cidades Rhudy Crysthian). 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)