18 de julho de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Coluna
Xadrez
Rubens Salomão
Rubens Salomão
20/06/2018 | 06h00
Dissidentes negam disputa por apoio do MDB a Ronaldo Caiado

O movimento de apoio à pré-candidatura do senador Ronaldo Caiado (DEM) dentro do MDB, iniciado pela dissidência de cinco prefeitos, mantém articulação com lideranças históricas pelo estado, mas que não têm resultados positivos nas últimas eleições. Entre os principais articuladores do grupo e da própria pré-candidatura do democrata está o ex-deputado estadual Samuel Belchior (MDB), que nega a possibilidade de apresentar proposta oficial na convenção do partido com pedido para que o deputado federal Daniel Vilela desista do pleito e apoie Caiado. “Isso foi considerado lá atrás, mas está definido que não vamos apresentar qualquer proposta na convenção. Se nós fossemos para a disputa de votos na convenção, o Daniel não teria facilidade para se tornar o candidato do MDB, mas não faremos isso. Não temos esse interesse e não vamos disputar a convenção. Isto é fato”, garante o ex-presidente regional do MDB. Samuel Belchior aponta, no entanto, que as articulações com o próprio Daniel continuam até para que ele ocupe eventual vaga ao Senado.

Réu preso

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) julga na próxima terça-feira (26) um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para suspender a prisão. A inclusão na pauta foi feita a pedido do relator, ministro Edson Fachin.

Lembra?

Lula foi condenado em segunda instância a 12 anos e um mês pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá. É o primeiro dos nove processos em que é réu.

UEG cria faculdade

A Universidade Estadual de Goiás (UEG), comandada pelo reitor Haroldo Reimer (foto), lança amanhã a Faculdade do Esporte Eseffego. O novo projeto visa tornar Goiás referência no esporte de alto rendimento, com a formação de novos atletas. De acordo com a UEG, o objetivo é unir o potencial científico-tecnológico já instalado no Câmpus Eseffego para criar uma plataforma de desenvolvimento esportivo aliado ao ambiente regional para a identificação de formação de jovens atletas em diversas modalidades. A promessa é realizar investimentos em qualificação pessoal, inovação e tecnologia para a garantia de resultados, além da criação da Rede de Desenvolvimento do Esporte de Alto Rendimento (Redesporte), que alcançará todo o Estado em escolas, associações, clubes, profissionais, organizações e agentes estratégicos do segmento. O lançamento da nova faculdade será realizado a partir das 18h30, no Estádio Olímpico e a estrutura do Câmpus Eseffego será transferida para o Centro de Excelência do Esporte, que continua inativo, mesmo depois da inauguração, em 2016.

CURTAS

Estrutura – A Eseffego tem hoje 800 alunos em licenciatura e bacharelado em Educação Física e bacharelado em Fisioterapia. São 106 professores.

Seleção – Jovens do ensino médio de escolas públicas podem se candidatar a uma das 50 vagas da 17ª edição do Programa Jovens Embaixadores, da Embaixada dos EUA.

Soma – Durante os seis meses como ministro das Cidades, Alexandre Baldy (PP), comprometeu investimentos que chegam a R$ 1,2 bilhão em Goiás.

Contra!

O resultado do Fórum de Servidores Municipais realizou ontem em Goiânia foi posicionamento contra a atual proposta de reforma previdenciária, apresentada pela prefeitura e que deve ser enviada à Câmara Municipal.

Pauta definida

Os servidores debateram pautas comuns, independente das circunstâncias específicas a cada secretaria e elaboraram documento com alternativa em relação à previdência e reivindicações salariais dos servidores.

Negociação aberta

A partir da entrega do documento ao prefeito Iris Rezende (MDB), os funcionários aguardam serem chamados para conversa. O Fórum tem assembleia agendada para esta quinta-feira (21), às 18h30, com indicativo de greve geral.

Reversão

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Jorge Mussi, em decisão monocrática, julgou improcedentes as ações que cassavam o mandato do prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP).

Na cadeira

A decisão beneficia ainda o vice-prefeito, Fernando Resende (PPS), também cassado em 2017. Os dois continuaram no exercício dos cargos por força de liminar, desde de janeiro deste ano.

O processo

Magal e Resende foram cassados por terem supostamente praticado abuso de autoridade na utilização de meios de comunicação durante a eleição de 2016, ficando inelegíveis por oito anos.

 
Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)
Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/maislidas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 167 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/blogs.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 202 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/colunas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 208