22 de setembro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Coluna
Xadrez
Rubens Salomão
Rubens Salomão
18/05/2018 | 06h00
Talles: ‘20 anos de poder’ é o maior adversário de José Eliton
O parlamentar foi secretário extraordinário para a gestão do Goiás na Frente e é próximo do governador

O deputado estadual Talles Barreto (PSDB) avalia com otimismo o rendimento do governador José Eliton (PSDB) nos números já divulgados sobre o atual cenário de disputa em pré-campanha pelo governo estadual, nas pesquisas dos institutos Serpes e Grupom. O parlamentar foi secretário extraordinário para a gestão do Goiás na Frente e é próximo do governador – chegou a ser cotado para assumir a liderança da base na gestão de Eliton. Agora, é relator da LDO para 2018 e aponta que, apesar da liderança do senador Ronaldo Caiado (DEM) e empate técnico com o deputado federal Daniel Vilela (MDB), o maior adversário do tucano na disputa é outro. “Não é fácil e nós aceitamos que existe um desgaste. O poder tem desgaste natural e nosso principal desafio é mostrar que o projeto está renovado e que temos serviço prestado. Se não fizermos isso, vamos perder a eleição”, afirma o deputado. “O maior adversário são os 20 anos e a gente mostrar para a sociedade que somos os mais preparados para dar continuar ao desenvolvimento do estado”, disse à Rádio Sagres 730.

Cronograma

O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) será debatido em audiência pública na Assembleia Legislativa ainda neste mês. Deputados têm até o dia 13 de junho. Votação na comissão de Finanças deve ocorrer no 20 de junho.

Emendas

“O que existe no estado são créditos para os deputados da oposição e da base. Não são emendas e por isso elas são vetadas. Se tiver orçamento em 2019 para contribuir com os deputados, vai acontecer”, condiciona o deputado.

Meditação eleitoral

Dois dias depois de sua ausência ter sido notada em evento de aniversário do governo, Rodrigo Maia (DEM-RJ) encontrou o presidente Michel Temer em almoço na casa do deputado Heráclito Fortes (DEM-PI), na tarde de ontem em Brasília. O almoço não constava da agenda das autoridades. De acordo com os organizadores, foi planejado “de última hora”. Ao ser questionado sobre a possibilidade de disputar a reeleição, Temer respondeu apenas que está meditando sobre o assunto. Maia e Temer se aproximaram em julho de 2016, quando o deputado assumiu o comando da Câmara, mas a relação entre os dois anda estremecida. Nos bastidores do Palácio do Planalto são frequentes as queixas de que Maia não ajuda o governo na pauta de votações na Casa. Já aliados do deputado do DEM afirmam que ele tem evitado parecer próximo a Temer para não ser contagiado por sua alta taxa de rejeição – 70% de acordo com última pesquisa Datafolha. O distanciamento tem como pano de fundo pretensões eleitorais de ambos.

CURTAS

Alternativas – O Fórum de Energia de Goiás discutiu no Palácio Pedro Ludovico, na 17ª reunião, o planejamento e desenvolvimento da energia limpa.

Prazo – Todas as empresas do País (20 milhões) passarão a registrar, obrigatoriamente, dados referentes à folha de pagamento para o sistema eSocial partir de julho.

Começou! – De hoje até domingo será realizado no Centro de Convenções de Goiânia o Feirão Caixa da Casa Própria. Expectativa superar R$ 600 milhões em negócios.

Tudo certo

O nódulo encontrado no fígado do presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti (PSDB), é benigno. A informação foi confirmada depois de exames realizados durante a semana em um hospital de São Paulo.

Decisão definitiva

A possibilidade de cirurgia foi descartada, mas o deputado estadual confirma a definição de que não será candidato neste ano. Ele terá acompanhamento médico, tomará medicamentos e será submetido a laserterapia.

Armas a civis

Conhecido como defensor do estatuto do desarmamento, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), admitiu pela primeira vez facilitar o porte de armas caso seja eleito presidente do Brasil. Mas apenas em áreas rurais.

Comparação

A fala do tucano seu deu após ser questionado sobre as propostas do adversário Jair Bolsonaro (PSL). “É claro que pode ter porte de armas. Na área rural até deve ser facilitado”, afirmou.

A propósito

Falando em Bolsonaro, o deputado perdeu recurso buscado junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em que questionava o teor de perguntas feitas sobre ele em uma pesquisa do Datafolha.

Sem chance

A Corte rejeitou por unanimidade a argumentação da defesa. Uma questão da pesquisa atribuiria a Bolsonaro, segundo os advogados, “a pecha de denunciado por enriquecimento ilícito, de forma manifestamente difamatória”.

 
Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)
Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/maislidas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 167 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/blogs.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 202 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/colunas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 208