14 de novembro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Coluna
Xadrez
Rubens Salomão
Rubens Salomão
08/04/2018 | 06h00
José Eliton inicia governo entre mudança e lealdade

O governador José Eliton (PSDB) precisará encontrar nos próximos quatro meses, até as convenções em agosto para a eleição, que tem primeiro turno marcado para o dia 7 de outubro, o equilíbrio entre as propostas de mudança na gestão, para contrapor o desgaste do legado de 20 anos, e a lealdade que deve ser mostrada em relação ao principal cabo eleitoral: o ex-governador Marconi Perillo (PSDB). O primeiro discurso, avaliado como positivo e surpreendente por aliados antes desconfiados, foi marcado pelo posicionamento político de José Eliton ao dizer “estou pronto” e repetir por três vezes seguidas, de forma enfática, a afirmação: “eu sou a mudança”. O governador ainda apontou como meta a resolução de demandas de duas áreas preciosas a Marconi Perillo. Na Saúde, Eliton reconhece as longas filas para cirurgias eletivas, entre outras necessidades que pretende atacar. Já na Segurança Pública, o tucano estabelece metas para melhorar a sensação de segurança da população. Mesmo com as alterações, promete “lealdade”.

Holofote dedicado

Até momentos antes da solenidade de posse de José Eliton, na Assembleia Legislativa, havia a previsão de discurso de Marconi Perillo, que seria proferido de improviso. Não ocorreu. O ex-governador deixou todas as atenções voltadas ao novo comandante.

Agenda

José Eliton dá posse ao secretariado hoje às 10h, no Teatro Basileu França. Depois, às 14h, ocorre a primeira reunião de trabalho da equipe no Palácio Pedro Ludovico.

Ao trabalho!

Oficialmente fora do Ministério da Fazenda, o goiano Henrique Meirelles (MDB) passa a dar passos definitivos na estruturação de sua pré-candidatura à presidência da República. Depois de formatar equipe de comunicação, o anapolino adianta a contratação de marqueteiro com história na realização de campanhas bem sucedidas do PT. A estratégia de comunicação da pré-campanha deve ser entregue a Chico Mendes, que ajudou a eleger Fernando Pimentel em Minas Gerais e Fernando Haddad na prefeitura de São Paulo. Ele afirmou que sai com a perspectiva de ser candidato à Presidência da República, e confirmou que não será candidato a vice. Na última conversa que teve com o presidente Michel Temer, Meirelles disse que não será candidato a vice-presidente. O goiano considera cumprida a missão na Fazenda e que o país saiu da recessão, com redução do desemprego. Segundo ele, a economia tem condições de retomar um “longo processo de crescimento”. O substituto na pasta será mesmo o atual secretário-executivo, Eduardo Guardia.

CURTAS

À esquerda – Congresso do partido Rede Sustentabilidade lançou oficialmente a pré-candidatura da ex-senadora e ex-ministra Marina Silva à Presidência.

Cancelado - O Denatran suspendeu por tempo indeterminado resolução que torna obrigatória a Inspeção Técnica Veicular para renovação do licenciamento anual.

Negócios – A Tecnoshow Comigo espera ultrapassar R$ 1,7 bilhão em vendas neste ano. A maior feira de tecnologia rural da região segue do dia 9 até 13, em Rio Verde.

Tentativa de herói

Do ex-presidente Lula, antes de ser preso: “Não pararei porque não eu sou mais um ser humano. Eu sou uma ideia, uma ideia misturada com a ideia de vocês. A morte de um combatente não para a revolução”.

Dificuldades

Depois de considerar mudança na janela partidária, o deputado federal Fábio Sousa não saiu do lugar e ficou no PSDB. “Iria trocar pela forma que, às vezes, o PSDB regional se comporta, não o nacional”, considera.

Pedido pessoal

“Sei que estes problemas no PSDB regional não vão ser resolvidos tão facilmente. Optei pela minha coerência, que tem sido minha marca nos últimos anos, e também o fato de ter sido um pedido especial do governador Alckmin”, conta Fábio.

Justificado

Os problemas aos quais ele se refere são a falta de liberdade para crescer.  Fábio Souza tentou se candidatar a prefeito de Goiânia nas eleições de 2012 e 2016, mas não teve o desejo atendido pelo partido. 

Paz e amor

Se o PTB “exige” vaga na chapa majoritária, o ex-senador Demóstenes Torres evita conflito interno. “Vão ter critérios, e nós vamos obedecer. Quem estiver melhor, tem que ser o candidato”, contemporizou.

Conversa

De acordo com o ex-senador e pré-candidato ao Senado, a definição de nomes só deve ocorrer em agosto, durante as convenções. “Respeito qualquer que seja a decisão”, completou.

 
Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)
Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/maislidas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 167 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/blogs.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 202 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/colunas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 208